Relembre cinco viradas HISTÓRICAS do São Paulo

Time campeão do Paulista 1998. Reprodução/ Site Oficial São Paulo

Neste domingo, 23, o São Paulo terá uma difícil missão, reverter o placar de 2 a 0 contra o Corinthians, na Arena Corinthians. Tendo a alcunha de clube da fé, o Tricolor precisará se superar para ir à final do Campeonato Paulista.

Além de ter feito “a moeda cair em pé” no Paulista de 1943, o São Paulo operou alguns milagres na sua história. Na lista de viradas tem Brasileiro, Libertadores, Sul-Americana e até contra o Corinthians em uma final de Paulistão. Confira:

Brasileirão 1981 – Botafogo-RJ

A partida era válida pela semifinal do Brasileiro de 1981 e o São Paulo tinha perdido o primeiro jogo no Rio de Janeiro por 1 a 0. No Morumbi, a equipe saiu perdendo por 2 a 0 e quando todos não acreditavam mais no time paulista, o Tricolor virou o jogo, com gols de Serginho e Éverton.

Libertadores 1993 – Newell’s Old Boys

O Newell’s Old Boys estava engasgado com o São Paulo, tinha perdido o título da Libertadores de 1992, na decisão por pênaltis (os argentinos venceram por 1 a 0 no jogo de ida e perderam pelo mesmo placar no jogo da volta no Morumbi). Quis o destino que São Paulo e Old Boys se enfrentassem novamente em uma Libertadores, só que agora pelas oitavas. No jogo de ida, os argentinos ganharam por 2 a 0, no estádio Gigante Arroyito. Mas o São Paulo tinha Raí, que marcou dois gols, e conseguiu vencer os argentinos por 4 a 0. Dinho e Cafu também deixaram os seus tentos.

Paulista 1998 – Corinthians

Esse é para dar esperança para o torcedor são-paulino. Em 1998, São Paulo e Corinthians fizeram a final do Campeonato Paulista, sendo os dois jogos realizados no Morumbi. Na primeira partida, o Corinthians venceu o São Paulo por 2×1, com gols de Marcelinho Carioca e Cris pelo alvinegro e Fabiano pelo Tricolor. No segundo jogo, Raí e França brilharam, deram a vitória por 3 a 1 e o título para o São Paulo.

Libertadores 2004 – Rosario Central

Mais uma vez, em sua competição favorita, a Libertadores, a equipe do Morumbi teve que provar porque é o clube da fé. O adversário da vez era o argentino Rosario Central. O São Paulo tinha perdido o primeiro jogo por 1 a 0. Na partida da volta, um velho conhecido da torcida brilhou. Após vencer por 2 a 1, a decisão foi para os pênaltis e Rogério Ceni defendeu dois e marcou um, classificando o time para a semifinal da competição.

Sul-Americana 2007 – Boca Juniors

O duelo era válido pelas oitavas de final da Sul-Americana e o adversário era a grande força do continente, o Boca Juniors. O primeiro jogo foi no La Bombonera e o os argentinos venceram por 2 a 1, com uma partida brilhante de Palermo. Na partida de volta, o São Paulo segurou o temido Boca e venceu por 1 a 0 com gol de Aloísio. A virada sobre a potência do futebol sul-americano da época assegurou a vaga nas quartas da competição.