Ponte Preta não vai abrir mão de jogar final do Paulista em Campinas, diz Kleina

Ponte Preta x Vasco
Crédito da foto: Fabio Leoni/Ponte Press/Divulgação

O técnico da Ponte Preta, Gilson Kleina, afirmou logo após a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras – resultado que garantiu a equipe na final do Campeonato Paulista – que o clube não vai abrir mão de disputar a primeira partida da decisão do Campeonato Paulista no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A Macaca enfrentará Corinthians ou São Paulo nos dias 30 de abril e 7 de maio.

“Não vamos abrir mão, acho que a Ponte não pode fazer isso. Vamos respeitar qualquer definição da Federação, sabemos que o mando de campo é da Federação, mas eu vou fazer um apelo à diretoria para que a gente jogue em Campinas”, afirmou Kleina.

LEIA MAIS:
PALMEIRAS CAI PARA A PONTE PRETA NO PAULISTÃO E VIRA PIADA NAS REDES SOCIAIS

O técnico do clube de Campinas elogiou a equipe e afirmou que a Ponte está mais amadurecida do que no início do estadual.

“Fomos construindo esse amadurecimento dentro do elenco. Estamos felizes com mais uma classificação, mas nosso objetivo ainda não chegou. Estamos amadurecidos e tivemos um crescimento nesses últimos quatro jogos. Enfrentar uma equipe como essa (Palmeiras), com toda essa pressão, temos de estar preparados para fazer a final”, disse.

Segunda colocada do Grupo D na fase de classificação, a Ponte Preta eliminou o Santos nas quartas de final. Depois de vencer o Peixe por 1 a 0 no Moisés Lucarelli, a Macaca bateu o clube santista por 5 a 4, nos pênaltis, após derrota por 1 a 0 no tempo normal.

Veio, então, o Palmeiras. Em Campinas, a equipe alvinegra bateu o Verdão por 3 a 0. Por isso, o revés por 1 a 0 no Allianz Parque neste sábado (22) foi suficiente para que o time carimbasse a vaga na decisão.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.