Opinião: “Salto alto” pesou para desclassificação do Palmeiras

Foto: Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação

Com gol do volante Felipe Melo, o Palmeiras venceu a Ponte Preta por 1 a 0, na noite deste sábado (22), no duelo válido pelo segundo jogo da semifinal do campeonato paulista. Esta foi a primeira vez que o verdão venceu o alvinegro de Campinas, no Allianz Parque.

LEIA TAMBÉM:

Delator revela que partidos tinham nome de times de futebol, em planilhas da Odebrecht

Saiba quais países a seleção brasileira mais enfrentou em Copas do Mundo

Opinião: A hipocrisia do fair play no futebol brasileiro

Até então, desde que a arena palmeirense foi inaugurada, no fim de 2014, eram quatro jogos contra a Ponte Preta, sendo duas derrotas e dois empates.

A vitória, contudo, não valeu de nada, já que o Palmeiras foi eliminado da competição, por ter perdido o primeiro jogo, no Moisés Lucarelli, por 3 a 0. Esta derrota e, principalmente, o modo apático que o time de Eduardo Baptista se portou, foram primordiais para a queda do time, no estadual.

O time entrou com o “freio de mão puxado, na primeira partida. A impressão que ficou, foi que o Palmeiras pensou que poderia definir o jogo em Campinas, a qualquer hora. Ou, que, mesmo, em uma eventual derrota, seria possível reverter o resultado em casa, como tem feito, na Copa Libertadores. No primeiro jogo, quando o time “acordou”, já estava 2 a 0 para Ponte Preta. Que ainda conseguiu ampliar e praticamente, sacramentar sua ida à final do paulistão 2017.

Entrar de “salto alto” contra uma equipe perigosa, como a Ponte Preta e bem armada por seu treinador, Gilson Kleina, é arriscar demais. A eliminação do Santos deveria ter sido pega como exemplo. Parece que o fato de ser apontado pela mídia esportiva como o melhor elenco do futebol brasileiro e de que o time foi montado para ganhar tudo, subiu à cabeça de algumas pessoas no time.

Agora é aprender a lição e ser menos displicente, nas próximas decisões.

Leia mais

Após largar em 16º e terminar no pódio, caçula da F1 tira onda: “Parecia Videogame”

O conto de fadas não acabou: Leicester emplaca quinta vitória seguida

Torcida do Porto canta música de mau gosto, com alusão à tragédia da Chapecoense