Confira as notas dos jogadores do São Paulo após o clássico contra o Corinthians

Crédito da Foto: Twitter Oficial do São Paulo FC

O São Paulo tinha uma difícil missão nesta tarde domingo: reverter a derrota sofrida na partida anterior das semifinais do Campeonato Paulista sofrida diante do Corinthians, por 2 a 0, jogando agora na casa do adversário. Para tristeza do torcedor são paulino, o time conseguiu apenas empatar em 1 a 1, e deu adeus a competição. Confira as notas do jogadores do Tricolor Paulista:

LEIA MAIS:
CORINTHIANS X SÃO PAULO: CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS
SÃO PAULO APENAS EMPATA COM O CORINTHIANS, E ESTÁ FORA DO PAULISTÃO 2017

Renan Ribeiro – 6,5: Não teve culpa no gol sofrido, e da três opções de Ceni para ser titular da meta, é a melhor opção.

Wesley – 5,0: Estava improvisado na lateral, e mostrou dificuldades no apoio ao ataque. Mas, quem vem jogando bem do lado direito do ataque são paulino, não é mesmo?

Maicon – 5,0: Continua seguro quando a bola está no chão. Mas quando a jogada adversária é aérea, é um fiasco total…

Rodrigo Caio – 5,0: A mesma situação do Maicon. Culpar o zagueiro são paulino por conta do fair play na partida anterior, é uma estupidez sem tamanho…

Junior Tavares – 4,0: Novamente teve uma atuação abaixo do esperado,pois tem muito potencial. É o jogador que mais sentiu a mudança de atitude do time em campo na parte ofensiva. E outra vez, falhou em marcar Jô, apesar de não entender porquê ele estava marcando o jogador corintiano. Teve uma tarde de Buffarini pela esquerda.

Jucilei – 7,0: dos jogadores do meio de campo do São Paulo, foi o melhor em campo. Realmente tomou conta daquele setor.

Thiago Mendes – 4,0: Depois de um pífio primeiro tempo, foi bem em boa parte do segundo tempo, e quando parou de arriscar cruzamentos para a área e jogou com a bola no chão, acertou um belo passe para Lucas Pratto marcar o gol de empate. Mas, outra vez perdeu a cabeça em um clássico, e acabou sendo expulso. Já passou da hora de parar com isso…

Cícero – 4,0: Passou a maior parte do jogo despercebido, e não ajudou o time em nenhuma das funções que desempenhou em campo hoje. Uma pena, pois é um jogador com potencial para ser um dos líderes desta equipe.

Cueva – 5,0: Está nítido que ele está com dificuldades para jogar desde que voltou da contusão. Espero que as duas semanas de folga, ajude na sua recuperação. Foi facilmente anulado na partida de hoje, e já passou da hora de ganhar um ajudante na criação de jogadas pelo meio.

Gilberto – 5,0: Foi facilmente anulado pela zaga corintiana. Não teve nenhuma grande chance para finalizar.

Lucas Pratto – 7,0: Teve muita dificuldade no primeiro tempo, principalmente porque teve que jogar fora da área. Na segunda etapa, fez o que sabe fazer de melhor: gol. O lugar dele é dentro da área. Fora dela, é um desperdício. Espero que o Ceni tenha percebido isso…

Luiz Araújo – 5,5: Entrou no segundo tempo para pôr velocidade nas jogadas pelas laterais no campo de ataque. Até fez alguns lances interessantes, mas sentiu a falta do Junior Tavares…

Chavez – 5,5: Entrou em uma enrascada, na verdade. Ficou apenas assistindo o campeonato inteiro, e entrou para ajudar o time a conseguir uma virada quase impossível. Uma pena, pois gostaria de ver ele com oportunidades melhores. Demonstrou a raça de sempre.

Thomaz – 5,5: Já mostrou que tem qualidade. Gostaria de ver ele jogando ao lado do Cueva armando as jogadas. Na partida de hoje, não conseguiu fazer muita coisa, pois assim como o peruano, ficou sozinho na armação de jogadas.

Rogério Ceni – 4,5: Não teve uma tarde feliz. A escalação inicial não deu certo, e foi muito mal nas alterações realizadas no decorrer da partida. Terá duas semanas para ajustar o time, e quem sabe, surpreender no Brasileirão.