“Não merecíamos levar tantos gols”, diz Milton Mendes sobre derrota para o Fluminense

Foto: Divulgação/Flickr oficial do Vasco

Acabou a invencibilidade de Milton Mendes sob o comando do Vasco. Foram 6 jogos – 4 vitórias e 2 empates – e, dentre eles, um título – da Taça Rio. Fora da Copa do Brasil, o Vasco foca apenas no Campeonato Brasileiro a partir de agora.

Sobre o jogo, o técnico minimizou a derrota com um “não é eterna” e deixou claro que o time ainda está devendo em alguns pontos:

“Nossos jogadores lutaram muito, tentaram fazer o máximo. A equipe do Fluminense é muito boa, rápida, determinada e bem treinada. O bom da derrota é que ela não é eterna. Tentamos de tudo para que nosso torcedor e nossa direção saíssem satisfeitos. Vamos começar a pensar no Brasileiro, em montar a equipe, preparar o time. Buscar o que pretendemos de nível, que achamos que ainda está aquém em alguns pontos, principalmente o físico. Quero parabenizar meus jogadores pela entrega e determinação que tiveram em campo com um homem a menos.”

LEIA MAIS:
“PARECEU ENCENAÇÃO”, DIZ MILTON MENDES SOBRE LANCE QUE OCASIONOU EXPULSÃO DE DOUGLAS
“EU QUERIA FAZER 4 OU 5”, DIZ ABEL BRAGA AO FAZER ANÁLISE DE FLUMINENSE 3×0 VASCO
NENÊ “ATROPELA” ÁRBITRO DURANTE FLUMINENSE X VASCO; ASSISTA AO LANCE

O treinador afirma que a união do grupo não foi abalada após a derrota para o Flu:

“A união já temos, os jogadores são muito unidos e isso foi falado, encabeçado pelo próprio Luís Fabiano. Temos que manter o mesmo nível de concentração, amizade e olharmos para frente. Agora é recuperar dessa derrota, que foi pesada. Não merecíamos levar tantos gols.”

Milton Mendes foi perguntado se o problema do Vasco poderia ser a preparação física dos atletas, e o técnico foi taxativo:

“Nós levamos um gol logo aos 5 minutos [do 2º tempo] num erro nosso, depois, aos 11′, já estava 2 a 0 e aos 15 já tínhamos um jogador expulso. Não acho que o problema seja a preparação física.”

O Vasco entra em campo somente no dia 14 de maio, já pelo Brasileirão 2017. Duela contra o Palmeiras, atual campeão brasileiro, em São Paulo.



Igor Calazans é um futuro jornalista por formação que ama futebol, Fórmula 1 e de dar pitadas em outros esportes.