Marcelo Lomba chorou no vestiário por causa da grave lesão de Keiller

Divulgação/Site Oficial do Internacional

A tarde no Beira-Rio foi de fortíssimas emoções. Não bastasse o vasto repertório apresentado por Inter e Novo Hamburgo dentro de campo, com alternâncias no placar e lances empolgantes, uma inesperada lesão provocou comoção entre jogadores e membros da comissão técnica colorada. Keiller, de 20 anos, terceiro goleiro e herói da classificação contra o Caxias na semifinal, teve que sair de campo no segundo tempo com uma luxação no cotovelo esquerdo.

Já no final do jogo, o jovem arqueiro se chocou contra um atacante do Novo Hamburgo ao tentar afastar uma bola da grande área. Apesar de não ter caído no gramado, imediatamente Keiller segurou o braço lesionado e apontou para o banco de reservas, mostrando que não tinha mais condições. Mesmo descontado pela lesão muscular sofrida em Caxias do Sul, Marcelo Lomba foi para o sacrifício e jogou os minutos finais. Daniel Pavan, preparador de goleiros do Inter, admitiu após o jogo que ele e Lomba se emocionaram com a lesão do jovem.

LEIA MAIS:

Danilo Fernandes não se vê mais no Corinthians: “Minha história lá acabou”

Narrador da Fox se defende após polêmica do DVD: “Difícil administrar emoções”

“Foi triste, né. Foi bem complicado. Em um primeiro momento eu não acreditei que tivesse acontecido aquilo (lesão de Keiller). Torci para que não tivesse sido na grave, mas no momento que vi o médico pedindo a substituição foi um choque grande. A gente se emociona, porque sabemos que era um menino, jovem, mas a gente sabe que lesão faz parte. Agora é tranquilizar ele, que fez um bom papel na partida”, falou Pavan após o jogo.

Durante a entrevista, o preparador de goleiros deu mais detalhes de como estava o vestiário colorado no término do duelo. Pavan revelou que Marcelo Lomba chegou a chorar por conta da lesão do colega. “Cenas realmente emocionantes”, resumiu Pavan, que garantiu que “em mais de 20 anos de Inter, nunca vi nada igual nem sequer parecido” com a atual situação de três goleiros lesionados, Danilo Fernandes, Marcelo Lomba e agora Keiller.

O técnico colorado Antônio Carlos Zago disse na coletiva que espera contar com Marcelo Lomba desde o início no próximo domingo, no duelo decisivo contra o Novo Hamburgo. Lomba terá uma semana para se recuperar da lesão muscular na coxa, mas nem mesmo a possibilidade da reinserção de Danilo Fernandes no time está completamente descartada.

Veja uma declaração de Pavan na zona mista do Beira-Rio neste domingo:

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.