Baptista não garante titularidade para Borja e diz: “Nervosismo dele é natural”

Palmeiras
Foto: Cesar Greco

Na noite deste sábado, o Palmeiras bateu a Ponte Preta pelo placar de 1 a 0 no Allianz Parque, em jogo válido pela volta da semifinal do Campeonato Paulista. Como na ida em Campinas, a Macaca ganhou por 3 a 0, o Verdão acabou eliminado da competição estadual.

Uma fato que chamou muita atenção de torcedores e imprensa foi que quando o atacante colombiano Borja foi substituído aos 26 minutos do segundo tempo, para a entrada de Willian o camisa 12 mostrou muita insatisfação, ele saiu vaiado e foi possível ouvir ele dizer: “Sempre eu, sempre eu”.

LEIA MAIS:

PALMEIRAS X PONTE PRETA: ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DO JOGO

PALMEIRAS X PONTE PRETA: SAIBA QUEM VAI NARRAR O JOGO NESTE SÁBADO

CERCA DE 28 MIL INGRESSOS VENDIDOS PARA PALMEIRAS E PONTE PRETA; VEJA COMO COMPRAR

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Eduardo Baptista entende como “natural” nervosismo do atacante Borja e cita boa fase de Willian Bigode para não garantir titularidade ao colombiano.

“Quanto ao Borja, ele foi contratado a peso de ouro, sabe que vive de gols, não está fazendo gols, então esse nervosismo dele é natural. Nem vi ele falando isso (que sempre sai)”, disse.

Borja, é um jogador como outro qualquer. Se estiver bem, desempenhando bem a função, é titular. Hoje infelizmente não pude contar com o Willian para iniciar, ele praticamente não treinou por causa de uma pancada no tornozelo. A concorrência ali é grande, o Willian é o artilheiro da equipe por sinal. Vamos avaliar quem está melhor para jogar”, completou.



Apaixonado pelo futebol que é a melhor invenção do homem, atualmente setorista do Santos e Futebol Feminino pelo Torcedores.com