Cruzeiro x América: Saiba como assistir o jogo AO VIVO na TV

Cruzeiro
Washington Alves/Cruzeiro/Divulgação

Cruzeiro x América-MG vão fazer o segundo jogo decisivo por uma vaga na decisão do Campeonato Mineiro. O duelo marcado para domingo, às 18h, no Mineirão, será transmitido ao vivo apenas através do Premiere, já que a Globo Minas, desta vez, irá priorizar o jogo das 16h, entre Atlético-MG x URT, que jogam às 16h, horário tradicional das transmissões da TV aberta aos finais de semana.

Para a partida, o Cruzeiro tem a vantagem do empate, já que se classificou na vice-liderança na primeira fase do Campeonato Estadual. Para a partida, Mano Menezes não vai poder contar com Manoel, que sofreu uma lesão no quinto metatarso do pé esquerdo e vai desfalcar o time por até dois meses.

LEIA MAIS:
CRUZEIRO PODE TER ATÉ DUAS MUDANÇAS PARA ENCARAR O AMÉRICA-MG
ENQUETE: QUAL O MAIOR CLÁSSICO INTER-ESTADUAL DO BRASIL?

Para o seu lugar, o treinador da Raposa deve escolher Caicedo, substituto imediato de Manoel. Ainda sobre mudanças, o comandante celeste espera o retorno de Ezequiel na lateral-direita. Porém, pode ser até que o recém-contratado Lennon receba uma chance de atuar.

Pelo lado americano, a confiança é total em um bom desempenho diante do rival e consequentemente a conquista da vaga para a grande final do Mineiro.

“Foi importante a atuação do time. Lógico que queríamos sair com a vitória. Acho que merecíamos, né! Mas no futebol, muitas vezes, acaba não prevalecendo o merecimento.  Acho que eles foram lá uma vez e fizeram o gol”, disse Juninho, revelando todo o otimismo para a a partida no Gigante da Pampulha.

“Tivemos outras oportunidades e não conseguimos fazer. Mas nos provamos no jogo que podemos muito bem, no próximo domingo, repetir atuação ou jogar ainda de uma forma melhor e conseguir o resultado que nos classifique, que é a vitória”, complementou o volante americano.

No primeiro encontro entre os clubes, no Independência, a partida terminou empatada em 1 a 1 e para chegar a final só a vitória interessa ao Coelho.



Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.