Corinthians bate Ponte com dois de Rodriguinho e põe mão na taça

Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Se Santos e Palmeiras não conseguiram sair de Campinas com um bom resultado, o Corinthians fez o oposto. Na primeira partida da decisão do Campeonato Paulista, neste domingo (30), no estádio Moisés Lucarelli, o clube da capital derrotou a Ponte Preta pelo placar de 3×0 e largou em enorme vantagem.

Com o resultado, os corintianos podem se dar ao luxo de empatar no jogo de volta ou até mesmo perder por dois gols de diferença, marcado para o próximo domingo (07), na Arena Corinthians, que mesmo assim fica com o título estadual. Os ponte pretanos, por sua vez, precisam de um verdadeiro milagre: vencer por quatro gols de diferença para serem campeões ou três para levar aos pênaltis.

LEIA MAIS:
PONTE PRETA X CORINTHIANS: ASSISTA AOS GOLS DA FINAL DO PAULISTÃO

Visitantes em vantagem

Ao contrário do que pretendia Gilson Kleina, a Ponte não conseguiu sufocar o Corinthians no início da partida, pelo contrário, foram os visitantes quem tiveram as melhores chances. Na primeira delas, em jogada de Fagner pelo lado direito, Aranha defendeu finalização feita por Jô.

No entanto, instantes depois, aos 15 minutos, Romero encontrou o camisa 9 dentro da área e ele deu um tapa de primeira, deixando Rodriguinho na cara do gol. O meio campista teve calma e tranquilidade para bater forte, no alto, sem qualquer chance para Aranha e abrir o placar a favor do Corinthians.

Muito nervosa e sentindo o peso de jogar a decisão, a Ponte Preta não encaixava seu estilo em campo. O artilheiro William Pottker reclamou bastante de um suposto toque de mão de Guilherme Arana, porém nada marcado pelo árbitro. O Corinthians, por sua vez, administrava o resultado e acabou vendo Rodriguinho e Gabriel tomarem cartão amarelo, suspensos para a segunda partida.

Passeio corintiano

Precisando mudar o resultado do jogo, a Ponte Preta se lançou ao ataque, mas foi o alvinegro da capital quem ampliou a vantagem. Rodriguinho fez linda jogada pelo lado esquerdo, deixou Fernando Bob na saudade, driblou Yago e abriu pelo lado esquerdo com Jadson, que emendou batida de primeira para anotar o segundo tento corintiano.

A equipe de Campinas tentou responder minutos mais tarde, quando William Pottker escapou pela esquerda, invadiu a área e tentou o cruzamento, que acabou tirado pelo defensor. Depois Clayson assustou em chute de canhota, que passou rente à trave de Cássio.

Tamanha era a apatia ponte pretana, que o Corinthians tratou de sacramentar a excelente vitória. Aos 34 minutos, Fagner cobrou lateral para dentro da área, a bola passou por todo mundo, a defesa não afastou e nem Jô conseguiu aproveitar, mas Rodriguinho apareceu livre para completar de cabeça, sacramentando o resultado e ficando muito próximo do título, 3×0.