Técnico é preso após time ser derrotado em jogo no interior paulista; entenda o caso

Crédito da foto: Divulgação/União Barbarense

Confusão em Santa Bárbara d’Oeste no último sábado (18). O técnico Cláudio Britto, do União Barbarense, foi detido pela polícia na porta do Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães pouco após a derrota da equipe para o Mogi Mirim, por 4 a 1, pela Série A-2 do Campeonato Paulista.

O motivo alegado pelos PMs foi pensão alimentícia não pago pelo treinador. De acordo com informações do jornal local O Liberal, os valores da dívida com a ex-mulher são de cerca de R$ 9 mil. O valor da fiança não foi divulgado, mas Britto ficará preso até segunda-feira (20) porque os bancos estão fechados neste fim de semana para a realização do saque em dinheiro.

VEJA MAIS
FPF IMPÕE ‘TOLERÂNCIA ZERO’ PARA CASOS DE DOPING NO FUTEBOL
ÁGUA SANTA DERROTA CAPIVARIANO E LIDERA SÉRIE A-2
DRAMA: JOGADORES DE CLUBE DE SP DORMEM EM CHÃO DE ÔNIBUS E VIAJAM EM DIA DE JOGO

O presidente do Leão da Treze, Jairo Araújo, não se pronunciou sobre a polêmica com o técnico.

O União vive situação desesperadora na Série A-2. Na lanterna absoluta da competição estadual, o time soma apenas quatro pontos em 11 jogos (uma vitória, um empate e nove derrotas) e praticamente está rebaixado à Série A-3.



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.