Confira os principais trechos da coletiva de Cristovão Borges após Vasco 1×1 Vitória

Foto: Reprodução/Flickr oficial do Vasco

Um empate frustrante para o Vasco da Gama, que ainda não venceu um clube de Série A em 2017. A torcida do Gigante da Colina demonstra que não tem paciência com o treinador Cristovão Borges, que deu uma coletiva falando sobre o empate com sabor de derrota perante o Vitória. 1 a 1 em São Januário. Confira os principais tópicos:

– Clima no vestiário após o jogo

“Estamos todos chateados, porque no jogo em si, em todo o momento, não só quando o Vitória ficou com 10, estávamos melhor. Jogamos um bom primeiro tempo. Jogando em casa era objetivo fazer valer o mando de campo. Depois, no segundo tempo, o Vitória, com um a menos conseguiu fazer gol. Ficamos muito chateados com isso. Tínhamos tudo pra ter vantagem para a próxima partida”

– Permanência em caso de eliminação na Copa do Brasil

“Essa pergunta só ele [Eurico] pode responder. Vou continuar trabalhando na remontagem da equipe, é um processo que requer tempo. Estamos precisando, junto com isso, de resultados. Quando conseguirmos regularidade, a coisa anda com mais tranquilidade.”

LEIA MAIS:
VASCO 1×1 VITÓRIA: CONFIRA MEMES E TODA A REPERCUSSÃO ENTRE A TORCIDA VASCAÍNAVASCO 1 X 1 VITÓRIA: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDAF1: FELIPE MASSA FALA SOBRE DESISTÊNCIA DA APOSENTADORIA, DO “FASTER THAN YOU” E MUITO MAIS

– Guilherme Costa no banco durante os noventa minutos

“O lado direito é o que ele prefere jogar. Tem bom entendimento com o Gilberto, é onde conseguimos fazer triangulações. O Escudero começou no time desde a pré-temporada, ele dá sustentação, organiza e chega na frente para dar assistências, por isso começou jogando.”

– Vaias e xingamentos

“Não tem sido fácil o trabalho porque há cobrança. A torcida quer o que nós queremos: ganhar e jogar bem. Alguns momentos são importantes para fazermos isso, como hoje, e não aconteceu. Mas vamos seguir o trabalho. As oscilações são naturais. Tem a partida de volta e temos toda condição de conseguirmos a classificação jogando em Salvador.”

– Pouca paciência da torcida com sua pessoa

“Tenho procurado entender. Sou observador. Acho que vou chegar a uma conclusão em algum momento, mas ainda não consegui.”

– Luís Fabiano no próximo jogo?

“Vamos observar durante o treinamento. Pode jogar domingo ou quinta-feira. O Fabuloso vai ser importante sempre, desde que possa ajudar. Está sabendo da responsabilidade e do anseio de todos. Todos esperam que ele resolva todos os problemas. Espero que consiga, mas sabemos que não é assim. É um craque e vai nos ajudar, e estamos preparando ele para dar uma resposta.”

– Estreia frustrante de Manga Escobar

“Todos conversaram rápido com ele. E vamos continuar conversando porque tem condição de nos ajudar. Queria colocá-lo há algum tempo. Infelizmente fez o pênalti.”



Igor Calazans é um futuro jornalista por formação que ama futebol, Fórmula 1 e de dar pitadas em outros esportes.