Milton Cruz aciona o São Paulo na Justiça por pagamento de indenizações

Érico Leonan/São Paulo FC

Quase um ano após sair do São Paulo, Milton Cruz, ex-auxiliar no Tricolor entre 1999 e 2016, e hoje técnico do Náutico, decidiu acionar o clube na justiça por pagamento de indenizações.

De acordo com o Globoesporte.com e o Blog do Birner, Milton cobra horas extras excedentes nos dias de semana e nos domingos em que trabalhou, equiparação salarial aos treinadores que substituiu quando atuou como técnico interino, cálculos de bichos e ganhos mensais pela CLT e não como direito de imagem.

LEIA MAIS
PRESIDENTE DO SÃO PAULO ELOGIA GANSO E DIZ QUE O CONTRATARIA DE NOVO
COM 3 CONVOCADOS, SÃO PAULO COGITA PEDIR ADIAMENTO DE JOGO CONTRA CORINTHIANS
WELLINGTON FICA COM ÚLTIMA VAGA E É INSCRITO PELO SÃO PAULO NO PAULISTÃO

Dispensado por Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, o ex-auxiliar estava realocado ao departamento de análise de desempenho e havia parado de acompanhar os jogos do time fora de casa. Pintado, ex-técnico do Guarani, foi contratado para substituí-lo.

Vale lembrar que Rogério Ceni, logo que assumiu o comando do Tricolor, levou o nome de Milton para reassumir a função de auxiliar, mas dirigentes vinculados a Leco vetaram o pedido.

Pelo São Paulo, Milton Cruz fez 43 jogos como técnico interino ou substituto, com 23 vitórias, 7 empates e 13 derrotas. Como jogador, foram 55 jogos: 28 vitórias, 17 empates, 10 derrotas e 27 gols.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.