Mauro Cezar chama PSG de ‘time de bananas’ e vai além: “mandaria todos embora”

Palmeiras
Reprodução/ESPN Brasil

A vitória épica do Barcelona sobre o PSG por 6 a 1, na última quarta-feira, pelo jogo de volta das oitavas de final da Uefa Champions League ainda vem repercutindo bastante na imprensa brasileira. Durante o programa “Linha de Passe”, da ESPN Brasil, o comentarista Mauro Cezar Pereira não poupou críticas à apatia do time francês, que jogou no Camp Nou com a vantagem de poder até por três gols de diferença (ganhara de 4 a 0 em Paris).

Para o jornalista da ESPN, o PSG deveria ter mostrado mais poder de reação, principalmente ao perceberem que a arbitragem de Deniz Aytekin estava prejudicando demais o time. A postura dos jogadores do clube francês em campo foi considerada “frouxa” por Mauro.

“Ninguém nem chegou no árbitro para falar algo do tipo: ‘cara, você está nos roubando! Está nos prejudicando! Você não tem vergonha?’ Não teve nada disso. Você vê o semblante dos jogadores do PSG, o Verrat sentado, desolado… São uns bananas, um time de frouxos, acho até que tinha que mandar todo mundo embora, talvez peneirar um ou outro”, detonou o comentarista.

“Além do futebol, faltou ao PSG usar a malandragem para esfriar mais o jogo”, disse Mauro, de maneira a evitar que o Barça pudesse chegar ao resultado histórico.

“Os caras fizeram uma partida épica, fazem 4×0 e aí depois fazem isso? É porque são uns bananas. Quando tudo dá certo, conseguem jogar futebol. Goleiam o Barcelona. Mas diante de pressão da torcida, atmosfera, adversário com camisa pesada, e um árbitro a interferir no resultado, não têm reação, nem para pressionar o juiz? Aceitam passivamente o resultado? É um time de bananas”, completou Mauro Cezar.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.