Má fase? Dupla de ataque do Santos têm números discretos em 2017

Má fase? Dupla de ataque do Santos têm números discretos em 2017
Crédito da foto: Reprodução Facebook oficial do Santos Futebol Clube

Na temporada passada os atacantes Ricardo Oliveira e Copete foram muito bem e fizeram bastante gols, porém nesse ano os dois têm números discretos. Para se ter uma ideia o artilheiro do Peixe em 2017, é o reserva Rodrigão e o meia Vitor Bueno, ambos com três gols marcados.

A “seca” de gols da dupla tem razões distintas, Ricardo Oliveira no final de suas férias teve uma caxumba o que fez perder uma boa parte da pré-temporada. Ele consequentemente demorou para entrar em forma e fez apenas três partidas esse ano ( dois pelo Campeonato Paulista e uma na Copa Libertadores).

LEIA MAIS

: BRASILEIRÃO FEMININO 2017: VEJA AS ESTRELAS, OS DESTAQUES E AS APOSTAS DO SANTOS

BRASILEIRÃO FEMININO 2017: SAIBA COMO ASSISTIR AOS JOGOS

VEJA COMO A IMPRENSA REPERCUTIU A ESTREIA DO SANTOS NA LIBERTADORES

Já Copete atuou em todos os jogos do Santos nessa temporada e fez apenas um gol contra o São Paulo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Com suas má atuações os comentaristas e torcedores já pedem ele no banco de reservas.

Ricardo Oliveira e o atacante colombiano juntos fizeram em 2016, 34 gols (22 do camisa 9 do Peixe e 12 do número de Copete pelo clube da Vila Belmiro).

O Peixe joga domingo, pela oitava rodada do Campeonato Paulista, contra o São Bernardo, no Estádio Primeiro de Maio, ás 18h30 (de Brasília). Com o foco na Copa Libertadores, os dois podem ser poupados desse jogo.



Apaixonado pelo futebol que é a melhor invenção do homem, atualmente setorista do Santos e Futebol Feminino pelo Torcedores.com