Edmundo culpa Cristóvão por pênalti de Manga e critica escolha do Vasco por treinador

Vasco
Foto: Reprodução/Fox Sports

O Vasco enfrentou o Vitória na noite desta quinta-feira (9), em São Januário e não conseguiu mais que um empate, por 1 a 1, na partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil 2017 – o gol de Nenê, de pênalti, inclusive, só saiu nos acréscimos do segundo tempo. A expectativa da torcida e da imprensa, no entanto, era outra e o técnico Cristóvão Borges foi bastante criticado durante e depois do confronto.

O comentarista Edmundo, ídolo do Vasco, participou da transmissão do canal Fox Sports no duelo e não poupou críticas ao treinador cruzmaltino ainda durante o jogo.

LEIA MAIS:

IMPRENSA FRANCESA FAZ FORTES CRÍTICAS A THIAGO SILVA APÓS GOLEADA PARA O BARCELONA
CRUZMALTINO 1 X 1 VITÓRIA: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA
CONFIRA MEMES E TODA A REPERCUSSÃO ENTRE A TORCIDA VASCAÍNA APÓS EMPATE COM O VITÓRIA

Para o “Animal”, a culpa do pênalti cometido pelo atacante Manga, estreante da noite no Vasco, foi de Cristóvão. “Neste tipo de lance, a culpa tem de recair sobre o treinador, por pedir para o atacante voltar para marcar a defesa. Em geral os atacantes não sabem como marcar e acabam protagonizando esse tipo de lance“, opinou o comentarista.

Para completar seu comentário, Edmundo ainda reforçou seu desagrado pela contratação de Cristóvão como técnico do Vasco mais uma vez, dizendo que a escolha do comandante pelo Vasco foi “totalmente sem critério”.

Os dois únicos jogadores que mereceram elogios do ex-jogador durante a transmissão foram o volante Douglas Luiz e o atacante Kelvin. “Foram os dois únicos que tiveram um pouco de ousadia e não se esconderam no jogo“, disse.

Sobrou até para o meia Nenê, considerado o “craque” do Vasco, e que foi o autor do gol de empate. “Apesar de já ter marcado alguns gols neste ano, o Nenê ainda não conseguiu mostrar o que o torcedor do Vasco se acostumou a ver nos anos anteriores“, finalizou Edmundo.

Jogo da volta

Vasco e Vitória decidem uma vaga na quarta fase da Copa do Brasil na p´roxima quarta-feira (15), em partida que será disputada no estádio Barradão, em Salvador. Para se classificar, o Gigante da Colina precisa vencer por qualquer placar ou pode avançar também em caso de empate, desde que seja por dois ou mais gols (2 x 2, 3 x 3, por exemplo).

Novo empate por 1 a 1 leva a decisão para as cobranças de pênaltis.