Cinco jogos movimentaram a rodada da Superliga feminina na sexta

Superliga
Foto: Divulgação Rexona Sesc

A primeira fase da Superliga feminina de vôlei está chegando ao fim. Os jogos da última rodada começaram na última sexta-feira, já com cinco partidas da rodada. O sexto e último jogo da rodada acontecerá neste sábado.

Nos jogos já encerrados, poucas surpresas. O Fluminense bateu o Sesi-SP por 3 sets a 1. A equipe carioca chegou a vencer um set por 25 a 9, em uma das maiores diferenças de pontos da temporada. As paulistas reagiram vencendo o segundo set, mas acabaram perdendo os demais e saíram de quadra derrotadas.

ENQUETE: Qual foi a decepção da Superliga masculina?

O Pinheiros recebeu o Rio do Sul e não teve dificuldades e também venceu por 3 a 1, mesmo placar de Renata Valinhos x Camponesa Minas, que teve vitória mineira.

O resultado mais “fora do comum” aconteceu na partida entre o São Cristóvão contra o Brasília. A equipe paulista venceu por 3 a 0, mesmo sendo um dos últimos colocados contra um dos primeiros.

Como não poderia ser diferente, a partida mais equilibrada foi entre o líder Rexona contra o vice-líder Praia Clube, na Jeunesse Arena. As visitantes venceram o primeiro set, viram as cariocas empatarem. Novamente o Praia Clube ficou à frente, mas o Rio buscou um novo empate que levou o jogo para o Tie Breake. Na última etapa da partida, as donas da casa mantiveram o embalo da vitória no quarto set e venceram por 16 a 14, em um jogo cheio de emoções.

Neste sábado, mais um jogo fecha os resultados da Superliga feminina. O Bauru, quinto colocado, recebe o Vôlei Nestlê, terceiro colocado da Superliga feminina.



Jornalista formado pela FIAM FAAM. Apaixonado por futebol independente do país ou divisão. Setorista do Inter e esportes olímpicos. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com