César Sampaio diz o que o Palmeiras precisa fazer para brilhar na Libertadores

Palmeiras
Foto: Divulgação ESPN

O capitão do Palmeiras no ano do título da Libertadores de 1999 foi Cesar Sampaio. Campeão diversas vezes com o Verdão, o ex-volante hoje segue trabalhando com futebol, mas em outros cargos.

Em 2011, ele retornou ao Palestra Italia e assumiu o cargo de gerência de futebol no final daquele ano. Saiu depois do time ser rebaixado à segunda divisão, tendo conquistado a Copa do Brasil de 2012 no meio de seu trabalho.

Leia mais: Veja sete motivos para acreditar na vitória do Palestra na Libertadores

Hoje, César não está mais no Palmeiras, mas segue acompanhando o Verdão. Nesta quarta-feira, o Palestra estreia na Libertadores, competição que Sampaio conhece muito bem.

Em entrevista ao Torcedores.com, o ídolo palmeirense que disputou as Libertadores de 1994, 1999 e 2000 revelou o que falaria para os jogadores do atual elenco sobre como jogar a Libertadores e o que deve ser feito para conquistar o título:

“Se eu estivesse como gestor, falaria pra eles não esquecerem a parte técnica, mas agregar essa parte técnica a uma entrega, dedicação grande, um nível de concentração alto e um equilíbrio emocional para não perder ninguém durante os 90 minutos.”

O Palmeiras estreia na principal competição de clubes da América do Sul nesta quarta-feira às 21h45, pelo horário de Brasília,  contra os argentinos do Atlético Tucuman, fora de casa.



Jornalista formado pela FIAM FAAM. Apaixonado por futebol independente do país ou divisão. Setorista do Inter e esportes olímpicos. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com