Borja “briga” com motorista de carrinho em jogo do Palmeiras; entenda

Reprodução/Fox Sports

O torcedor do Palmeiras que acompanhou o empate por 1 a 1 com o Atlético Tucumán, na última quarta-feira, pela estreia do clube na Libertadores sentiu falta do faro de goleador do atacante Borja. O goleador colombiano perdeu três chances claras de balançar a rede e ainda saiu de campo bravo. Não com o técnico Eduardo Baptista, mas com o motorista do carro-maca que o retirou do gramado – o camisa 12 pediu para sair ao alegar cãibras.

LEIA TAMBÉM:
Comentarista dá sermão a Vitor Hugo e a todos os brasileiros na Libertadores; assista
Desculpa? Vitor Hugo vai às redes sociais para se defender de expulsão; veja mensagem

Borja reclamou do caminho que o motorista fez ao conduzi-lo para fora do campo – a maca o deixou atrás do gol de Fernando Prass, ou seja, ele teria que caminhar até o meio de campo para ser autorizado pelo árbitro a retornar. Consequentemente, o Palmeiras ficou alguns bons segundos com dois jogadores a menos – já que o zagueiro Vitor Hugo tinha sido expulso com 20 minutos da etapa inicial.

Por isso, o camisa 12 nem esperou o carro-maca estacionar para descer. É claro que o motorista ouviu um monte de besteira da boca do artilheiro palmeirense. Em seguida, Borja foi substituído por Willian Bigode. O canal Fox Sports flagrou a cena e postou o vídeo em seu site oficial.

Reportagem do Globo Esporte SP desta quinta-feira mostrou a cena. Você pode conferir no vídeo a seguir no trecho a partir de 2‘ 55″.

Assista!



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.