Baptista dá pistas de quais atletas vai escalar no Palmeiras x São Paulo; confira

Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Após estrear na Libertadores com um empate diante do Atlético Tucumán, na Argentina, na última quarta-feira, o Palmeiras volta a campo neste sábado (11) para o clássico contra o São Paulo, no Allianz Parque, em partida marcada para as 16h (horário de Brasília). E no Choque-Rei pela oitava rodada do Paulistão, o técnico Eduardo Baptista fez mistério sobre a escalação mas deu muitas pistas de quem pode entrar no time.

O Palmeiras deverá ter um time misto em relação a escalação utilizada na Libertadores devido ao desgaste físico de alguns atletas.

LEIA MAIS:

IMPRENSA FRANCESA FAZ FORTES CRÍTICAS A THIAGO SILVA APÓS GOLEADA PARA O BARCELONA
VERDÃO DESCARTA CONTRATAR REFORÇOS PARA VAGAS DE MOISÉS E THIAGO MARTINS
GALLIOTE GARANTE EDUARDO BAPTISTA NO VERDÃO NO BRASILEIRÃO

Não vamos correr nenhum risco grande de perder alguém. Temos gordura no Campeonato Paulista, uma pontuação boa. Nesse momento, a Libertadores é mais importante. Em sete jogos construímos uma pontuação que dá tranquilidade. Para o Campeonato Paulista, seria excepcional uma vitória, até para influenciar na quarta“, disse o treinador.

O meia venezuelano Guerra é quase uma certeza na equipe e deve atuar na vaga de Dudu, centralizado no meio de campo, sendo o responsável pela criação de jogadas.

O Guerra está buscando. Para estar no melhor nível, é bom estar jogando, só que o Dudu está sendo o grande nome, jogando por dentro. Temos que respeitar o momento. O Guerra é muito sério, é o primeiro a chegar, chega duas horas antes do treinamento. Está buscando espaço. É o oitavo jogo do ano, ele vai ter a oportunidade dele e com certeza vai agarrar“, afirmou o treinador do Palmeiras, que deve manter o colombiano Miguel Borja no comando de ataque, mesmo com o camisa 12 perdendo três boas chances de marcar contra o Tucumán.

Só erra quem está lá, e o Borja teve três chances porque esteve lá, se posicionou bem. O grande atacante é o que se supera nesse momento. Ele entrou dois jogos, fez dois gols, é muito fácil. Agora ele vai mostrar quem ele é, depois de errar três gols, não sei nem se teve erro, porque em dois lances foram por mérito do goleiro. Vamos avaliar. Se ele responder bem fisicamente, entra jogando. Senão é uma opção muito forte para entrar“, revelou.

O meio de campo e a lateral direita são as duas grandes dúvidas do comandante do Palmeiras, já que Jean está desgastado e Felipe Melo está suspenso.

Por isso, Fabiano deve assumir a lateral e Tchê Tchê deve entrar no meio, com chances de Arouca ser utilizado durante a partida.

Vai depender muito ali de dentro. Lógico que de repente vai ter que colocar o Fabiano pelo lado. Se tiver Tchê Tchê e Arouca também, teoricamente você já fica com três substituições armadas. O Arouca talvez aguente um pouco menos que o Tchê Tchê. Você tem que analisar, não pode entrar com três substituições armadas.

Já a defesa deve ser formada por Yerry Mina e Vitor Hugo. O primeiro esteve suspenso e não jogou pela Libertadores, enquanto o segundo só jogou 21 minutos, pois foi expulso ainda na primeira etapa.

Assim, Edu Dracena, que tem 35 anos e sente o desgaste físico com a sequência de jogos, deve ser poupado para a próxima quarta, quando o Verdão recebe o Jorge Wilstermann, da Bolívia, no Allainz Parque, pela segunda rodada da Libertadores.

Desfalques

O certo é que o Palmeiras não poderá contar com o volante Felipe Melo, suspenso, além do zagueiro Thiago Martins e do meio-campista Moisés, que se recuperam de graves lesões.