Mesmo prejudicado por erro da arbitragem, Corinthians vence o Palmeiras de forma heroica

Twitter Oficial do Corinthians

O dérbi entre Corinthians e Palmeiras que foi disputado nesta noite de quarta-feira na Arena Corinthians, tinha tudo para ser (e foi) um grande jogo, e até começou quente. Mas o árbitro Thiago Duarte Peixoto cometeu um erro grotesco ao expulsar o jogador corintiano Gabriel. Mesmo pressionado pelo adversário na segunda etapa, o Timão marcou o gol com o atacante Jô, e garantiu mais três pontos no Paulistão.

O clássico na Arena Corinthians começou quente, e o Timão mostrou que o Palmeiras não teria uma noite fácil logo aos dois minutos, quando Gabriel de fora da área arriscou um chute e a bola raspou o travessão, assustando o adversário. Com cinco minutos, já surgiu o primeiro cartão amarelo do jogo: para o volante Felipe Melo, que deu uma entrada dura em Gabriel. Sim, o ex-jogador do rival desta noite entrou com vontade, e parecia ter notado que seria um dos destaques do dérbi.

LEIA MAIS:
CORINTHIANS 1×0 PALMEIRAS: ASSISTA AO GOL DA PARTIDA

Na verdade, nos primeiros 20 minutos, o jogo foi quente, com entradas fortes e nenhum dos lados aliviando. A torcida corintiana gostou do que viu e apoiou desde o inicio, já que o time estava conseguindo jogar de igual para igual contra o eterno rival. E aos 22 minutos, foi a vez de Gabriel tomar cartão amarelo, por causa de uma entrada em Raphael Veiga. No minuto seguinte,foi a vez do Palmeiras acertar um chute no travessão, com Keno.

A partida seguiu tensa, com mais jogadas duras do que oportunidades, e quando o jogo chegou aos acréscimos da primeira etapa, o juiz Thiago Duarte Peixoto viu falta em cima do jogador Keno, do Palmeiras, e erroneamente, mostrou o segundo cartão amarelo para Gabriel, que foi expulso da partida. Porém, quem puxou o jogador palmeirense foi outro jogador corintiano: Maycon. Mesmo com as reclamações dos jogadores do Corinthians, e até mesmo com o aviso do quarto árbitro, o juiz manteve a decisão, e o Timão ficou com um a menos.

No segundo tempo, o Corinthians teve que diminuir o ritmo e por isso, o Palmeiras se soltou mais na partida, chegando com mais facilidade e pressionando, principalmente nos primeiros vinte minutos da etapa complementar. O técnico Eduardo Baptista fez algumas alterações, mas ainda assim, o Timão conseguiu se segurar.

E aos 43 minutos da etapa final da partida, um chutão do goleiro Cássio que parecia não dar em nada, acabou resultando em uma ótima oportunidade para o Timão. Guerra tentou proteger a bola, Maycon foi mais esperto, tocou a bola para Jô, que tinha acabado de entrar no jogo, e o atacante corintiano não desperdiçou a chance: mandou a bola para o fundo da rede, garantindo a vitória heroica do Corinthians no dérbi.

Com a vitória, o Timão continua a liderar o Grupo A do Paulistão com doze pontos, quatro a mais do que o segundo colocado Ituano, e na próxima rodada o Timão irá enfrentar ninguém menos do que o Mirassol, a grande sensação do campeonato até o momento, já que é o único time invicto e possui a melhor campanha. O jogo será disputado no próximo sábado.