Gabriel evita rebater Tchê Tchê e vê relação tranquila com ex-companheiros de Palmeiras

Palmeir
Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Logo após o volante Gabriel, do Corinthians, ser expulso injustamente no clássico contra o Palmeiras, o volante Tchê Tchê, ex-companheiro do meio-campista alvinegro, foi à rede social comemorar o cartão vermelho e aproveitou para chamá-lo de traíra. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o corintiano evitou polemizar ao ser questionado sobre o conteúdo da postagem.

“Não sei, também não sabia, fiquei sabendo hoje (da postagem), mas deixo para ele (Tchê Tchê), consciência dele, estou feliz com a vitória. Os jogadores brasileiros tem que rever algumas coisas. Há dois meses, aconteceu uma tragédia com a Chapecoense. Em termos de paz no futebol e respeito. Mas isso é cada um, estou bem tranquilo e feliz aqui. Vou defender o Corinthians com unhas e dentes, vou dar a vida por esse clube”, disse Gabriel.

VEJA MAIS:
Tchê Tchê comemora expulsão de Gabriel: “Traíra tem que ser expulso mesmo” 
Corinthians ironiza erro de juiz e cria máscaras de carnaval para Maycon e Gabriel 

O volante destacou que possui boa relação com os antigos companheiros de Palmeiras, mas deixou claro que assim que a bola rola deixa a amizade em segundo plano.

“Relação tranquila. Como sempre venho dizendo, eu defendo o Corinthians. Amizade à parte, negócio é outra coisa. Vou defender a camisa do Corinthians com unhas e dentes como sempre fiz, vimos a rivalidade que é, não de ontem, mas sempre teve esse jogo pegado e truncado no centenário. Minha relação com os outros jogadores de lá é totalmente profissional. Como disse, estou feliz aqui, meus companheiros hoje são do Corinthians”, complementou.

Nesta quinta-feira, o árbitro Thiago Duarte Peixoto retificou a súmula e retirou o cartão vermelho dado a Gabriel, já que após consultar as imagens percebeu que quem cometeu falta em Keno foi o volante Maycon. O TJD-SP analisou o caso e cancelou a expulsão do ex-volante do Palmeiras. Assim, ele está liberado para enfrentar o Mirassol, neste sábado, no interior paulista.

“Fiquei feliz (com o cancelamento da expulsão), esperava isso, foi uma situação absurda. Estou preparado para jogar, vamos ver como o Fábio vai armar a equipe para enfrentar o Mirassol, será uma decisão, uma equipe que vem fazendo grandes jogos. Temos que trabalhar forte, concentrados para fazermos uma grande partida“, falou o camisa 5.

 

 

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)