Confira as notas dos jogadores do Flamengo contra o Ceará

Flamengo
Reprodução

O Flamengo confirmou a líderança do grupo B da Primeira Liga, após o empate desta quarta-feira, por 0 a 0, diante do vice-líder Ceará, em Fortaleza. O duelo foi bastante movimentado, porém, ambas as equipes, mesmo tendo chances de marcar, acabaram pecando na hora de balançar as redes. Abaixo, confira as notas dos jogadores do Fla.

Muralha  (7,0) – Foi pouco exigido no primeiro tempo, contudo, quando precisou fez boas defensas, inclusive em chutes de longa distância do Ceará, que poderiam ter resultado em gol. Mostrou segurança quando teve que participar da partida.

LEIA MAIS:
FLAMENGO X MADUREIRA: ASSISTA OS MELHORES MOMENTOS
DOS 12 GRANDES, APENAS CINCO APARECEM ENTRE OS QUE MAIS FIDELIZARAM SÓCIOS EM 2017

Rodinei (6,0) – Buscou algumas jogadas ofensivas, mas que não resultaram em grandes lances. Na defesa foi um pouco melhor, sem se comprometer. Ainda precisa evoluir bastante.

Donatti (5,5) – Bateu cabeça e se mostrou inseguro em algumas jogadas, principalmente na primeira etapa.

Juan (5,5) – Devido a sua experiência, esperava-se um pouco mais do zagueiro. Chegou atrasados em vários lances e levou sufoco de Magno Alves.

Renê ( 5,0) – Muito tímido em campo, ainda sem se entrosar com o grupo. Precisa evoluir. Não fez nenhuma jogada expressiva contra o Ceará nesta quarta-feira.

Cuellar (5,0) – Bastante apagado em campo. Buscou algumas jogadas durante o jogo, mas apesar de não ter se comprometido, também não ajudou muito a equipe flamenguista.

Márcio Araújo (6,5) – Foi o melhor meio campista da Flamengo contra o Ceará. Buscou jogadas, inversões de jogo e inclusive, criou um lance de gol, após lindo passe de três dedos para Vizeu.

Lucas Paquetá (6,5) – Buscou jogadas e colocou Vizeu na cara do gol. O lance só não resultou em gol porque Emerson fez boa defesa. Cafu (5,5) Entrou no lugar de Paquetá e conseguiu bom chute de fora da área.

Gabriel (5,5) – Um pouco apagado em campo. Tentou jogadas de bola parada e escanteio, mas sem muito sucesso. Buscou ser produtivo, mas não conseguiu.

Vizeu (6,5) – Teve boas chances de marcar e criou jogadas que levava perigo. Em uma delas, o goleiro do Ceará fez ótima defesa.

Adryan (6,0) – Buscou movimentação pelos lados do campo, além de ter conseguido bons chutes de fora da area. Deu lugar a Matheus Sávio (5,5) que arriscou bons chutes de média distância.



Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.