Jogo corrido funciona e Seattle Seahawks avança nos playoffs da NFL

O Seattle Seahawks venceu o Detroit Lions neste sábado pelo placar de 26 a 6 , em partida válida pelo wild card dos playoffs da Conferência Nacional da NFL. Com o resultado, o time avança para a rodada divisional para enfrentar o Atlanta Falcons, em Atlanta, na semana que vem. O grande destaque foi o running back Thomas Rawls, que correu para mais de 160 jardas na partida.

LEIA MAIS
HOUSTON TEXANS VENCE FÁCIL E AVANÇA NOS PLAYOFFS DA NFL
O Detroit Lions tentava conquistar sua primeira vitória em pós-temporada desde 1991. Para que isso ocorresse, teria a difícil missão de vencer o Seattle Seahawks em seu estádio, algo muito difícil de ser conquistado tanto em jogos de temporada regular quanto em partidas de playoffs. Para se ter uma ideia, Seattle estava a 9 jogos invicto em partidas de pós-temporada jogando em casa. A defesa de Detroit fez um bom trabalho, conseguindo parar o ataque aéreo do Seattle por boa parte do jogo. Por outro lado, não teve capacidade para parar o running back Thomas Rawls, que correu 161 jardas e ainda anotou um touchdown. Matthew Stafford, quarterback dos Lions, até tentou, mas viu seus recebedores deixarem muitas bolas caírem e cometerem muitas faltas que prejudicaram muito a equipe. Além disso, o jogo corrido do time não funcionou em momento algum, favorecendo o trabalho da eficiente defesa de Seattle.

Com o resultado, Seattle avança na pós-temporada para enfrentar o Atlanta Falcons, segundo melhor time da NFC, na rodada divisional dos playoffs. O jogo ocorrerá em Atlanta no próximo domingo (15/01).

O JOGO

O Detroit Lions começou com Matthew Stafford inspirado e fazendo bons lançamentos. Mas seus recebedores não ajudaram, deixando muitos passes fáceis de serem recebidos caírem no chão. O primeiro quarto acabou com o placar em 0 a 0.  No início do segundo quarto, Detroit resolveu arriscar uma tentativa de conversão de quarta descida e acabou não conseguindo. Com isso, Russel Wilson teve pela primeira vez no jogo uma boa posição de campo. Thomas Rawls teve grande campanha correndo com a bola e ajudou o time a chegar na linha de duas jardas. Num quarta para o goal, o wide receiver Paul Richardson fez uma recepção incrível e colocou os primeiros 7 pontos no jogo. Os drops continuaram atrapalhando o ataque dos Lions, que tiveram que ir para o punt algumas vezes. Com o jogo terrestre fluindo e com o wide receiver Paul Richardson inspirado, Seattle conseguiu abrir 10 a 0, com 2 minutos para o fim do primeiro tempo. Na campanha final do primeiro tempo, Stafford conectou um bom passe com seu recebedor Marvin Jones e conseguiu colocar o time numa posição de anotar um field goal. Matt Prater, um dos melhores kickers da NFL, chutou um field goal de 51 jardas que deixou o placar em 10 a 3.

No início do segundo tempo, o jogo corrido de Seattle com Thomas Rawls continuou avassalador, mas a linha defensiva de Detroit impediu que o adversário anotasse 3 pontos com sacks cruciais que fizeram Russel Wilson recuar no campo. Na sequência, Stafford colocou  Detroit em posição de chutar um field goal e novamente o kicker Matt Prater não decepcionou: acertou um chute de 53 jardas que deixou o jogo em 10 a 6 a favor de Seattle. Na campanha seguinte, Thomas Rawls continuou atropelando. Uma falta defensiva dos Lions colocou Seattle na linha de 6 jardas no final do terceiro quarto. Com um bom trabalho da secundária, Detroit conseguiu evitar o touchdown e forçou Seattle a chutar um field goal que deixou o jogo em 13 a 6.

No começo do quarto período, o ataque aéreo de Seattle finalmente funcionou. Depois de uma conexão longa com Doug Baldwin e de mais alguns avanços, Thomas Rawls coroou sua brilhante atuação no jogo com o seu primeiro touchdown anotado na partida, deixando o jogo em 19 a 6. Sem contar com o jogo corrido durante o jogo todo e precisando executar mais uma virada (Detroit virou muitas partidas ao longo da temporada), Matthew Stafford foi diversas vezes para o passe, mas não obteve sucesso diante da poderosa secundária adversária. Na metade final do quarto período, Russel Wilson lançou um touchdown para Doug Baldwin que deu números finais a partida: 26 a 6. Com o resultado, Seattle chega pela quinta vez a rodada divisional dos playoffs da NFC nos últimos 6 anos. Já Detroit amarga a nona derrota consecutiva em jogos de playoffs e segue a 26 anos sem vencer um jogo de pós-temporada.



Paulistano, 27 anos, deixou a publicidade e o marketing esportivo para ingressar no jornalismo e conseguir cobrir grandes eventos esportivos. Apaixonado por esportes olímpicos e futebol americano, sonha em estar no Rio de janeiro em 2016 para cobrir os Jogos Olímpicos in loco.