DEFINIDO! Veja quando o Botafogo voltará a jogar no Niltão

O Botafogo está personalizando o Niltão com cadeiras nas cores preto e branca visando a temporada 2017. Disposto a fazer do local um caldeirão na Libertadores da América e nos demais desafios do próximo ano, tal qual foi a Arena, na Ilha do Governador.

Com uma capacidade de público duas vez maior do que o campo do Portuguesa, o Niltão está recebendo uma atenção especial em razão da disputa da Libertadores e também do fato de que o estádio ficará com o Fogão por muitos e muitos anos. Basta lembrar que o nome inicial do estádio era João Havelange e, por uma iniciativa da torcida, mudou para Nilton Santos.

LEIA MAIS:
TORCEDOR INVADE CAMPO, É PEGO POR SEGURANÇAS, MAS ABRAÇA LOCO ABREU
7 JOGADORES DO FOGÃO QUE TERMINAM 2016 MELHOR DO QUE COMEÇARAM

Segundo a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), a estreia da equipe alvinegra no seu alçapão será no próximo dia 28 (sábado), diante do 2º colocado da primeira fase, às 17h. Será a primeira vez do clube em seu estádio personalizado nas cores preto e branco.

“Estamos realizando a manutenção de três pontos que fizemos em nossa promessa de campanha. A primeira delas é a manutenção do estádio como estádio oficial do Botafogo não apenas em 2017, mas em toda a concessão. O segundo ponto é a criação de um setor de preços extremamente populares que será o setor Norte, e o terceiro ponto acho que irá mexer com o emocional de todo botafoguense que será chegar ao estádio e não encontrar o estádio azul e sim todo ele customizado em preto e branco”, explicou o o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, ao Botafogo TV.

A inciativa da diretoria alvinegra é motivar os torcedores a comparecerem mais fielmente ao estádio nos jogos do Botafogo. Para tanto, o clube espera aumentar a venda de planos de sócio-torcedor, cujo valor básico e de R$ 13,90, com pacotes de ingressos sob os valores: Norte, R$ 200/ano; Sudeste (Sul + Leste Inferior), R$ 450/ano; Oeste Inferior, R$ 900/ano; e Camarote Central Leste, R$ 1.200/ano.

Assim, o Glorioso espera arrecadar mais de R$ 11 milhões em 2017, tanto com a receita de bilheteria, como pelos planos de sócios.

Crédito da Foto: Divulgação