Vôlei Nestlé e Rexona Sesc jogam com cenários diferentes das última temporadas

Foto: João Neto/Fotojump

As duas equipes dominaram o cenário do vôlei feminino nacional nos últimos dez anos. Com equipes fortes e com grande investimentos Vôlei Nestlé e Rexona Sesc são os principais clubes da modalidade, e levam multidões por onde passam. Nesta terça-feira não será diferente no ginásio José Liberatti, às 21h30. Em jogo válido pela 9ª rodada da Superliga Feminina, o time carioca continua com o favoritismo e diferente das outras temporadas a equipe de Osasco é franco atirado no confronto.

LEIA MAIS:

ARGENTINO MULTICAMPEÃO COM O SADA CRUZEIRO ADMITE DESEJO DE TREINAR O BRASIL
COM DIREITO A 30 MIL ESPECTADORES HINODE GRB/BARUERI É APRESENTADO EM SÃO PAULO

Com a mesma base campeã do ano passado, o Rexona Sesc lidera a Superliga Feminina com 24 pontos na tabela. Com apenas dois sets perdidos no torneio a equipe do técnico Bernardinho segue o ritmo de poucos erros e pressão para cima dos adversários. A equipe ainda tem na ponteira Gabi a principal referência no ataque do time.

O  Vôlei Nestlé com um time formado com a mistura de jogadoras experientes e promessas do vôlei nacional e mundial, a luta é manter o nível das últimas temporadas, sem a presença de atletas de peso como Thaísa e Adenízia. Agora, o time conta com um tripé de sustentação formado por Dani Lins, Tandara e Camila Brait. As três jogadoras são essenciais para o desenvolvimento da jovem equipe que tem muito a evoluir durante a competição.

Com as cartas na mesa a partida desta terça-feira, em Osasco terá como favorito o Rexona Sesc, justamente pela pouca experiência de algumas atletas do Vôlei Nestlé em clássicos dessa importância. Mas, engana-se que será um jogo fácil para Gabi e companhia o time paulista está em crescimento e a partida pode mostrar uma evolução de um possível adversário na grande final da Superliga.

Certo é quem estiver presente no ginásio José Liberati verá mais uma grande partida desse clássico do vôlei nacional, que em tese tem apenas um favorito, mas que do outro lado terá um time jovem a fim de colocar a hegemonia carioca em cheque.

Foto: João Neto/Fotojump