Rodrigo Caetano comenta negociações por Rômulo e Miguel Trauco

Flamengo
Crédito da foto: Divulgação Site oficial do Flamengo

O Flamengo negocia a contratação do volante Rômulo do Spartak Moscou, e a do lateral-esquerdo Miguel Trauco do Universitario(Peru), que é companheiro de Guerrero na seleção peruana. Em entrevista ao Facebook do Extra, Rodrigo Caetano diretor de futebol do clube, comentou em que pé está essas negociações e também sobre o planejamento do Mengo para 2017.

Ele disse que em algumas oportunidades o clube tentou trazer o volante Felipe Melo, mas não conseguiu viabilizar o negócio, com isso o atleta que está na Inter de Milão deixou o radar do Rubro-Negro e assim Rômulo virou a prioridade para a posição.

LEIA MAIS:

ENQUETE: VANDERLEI E RENATO TINHAM QUE ESTAR NA SELEÇÃO DO BRASILEIRÃO?

“Algumas vezes tentamos o Felipe Melo, mas era inviável. Tentamos durante duas janelas, mas ele tinha vínculo. Outras possibilidades acabam passando à frente. A gente já vinha conversando com outro atleta para esse setor”, disse o diretor executivo de futebol do Flamengo.

Rodrigo Caetano também comentou sobre a negociação com Miguel Trauco do Universitario do Peru, segundo ele o negócio não está fechado apesar do jogador já falar como atleta do Flamengo.

“Concretizado não está. Temos o interesse de trazer realmente mais um lateral-esquerdo. É um dos nomes que me chamaram a atenção. É jogador de seleção, jovem ainda… E a gente está pensando com muito carinho. Talvez ele esteja com muita motivação para que isso se concretize” disse o homem no futebol do Rubro-Negro.

Apesar de gostar do futebol do jogador peruano, o diretor de futebol flamenguista deixa claro que não é a intenção do clube de vender Jorge e sim é de ter dois bons jogadores na posição, já que o reserva da lateral esquerda nessa temporada foi o Chiquinho e ele não convenceu.

“Jorge é uma realidade. Para sair do Flamengo, somente se for uma venda que seja boa para o Flamengo e para ele. O interesse é que tenhamos dois atletas por posição competindo entre eles. Mas não há nenhuma dúvida em relação ao Jorge. Além de grande jogador, é um grande caráter, tem família por trás, pé no chão, não é deslumbrado. A não ser que venha uma proposta boa para todo mundo”, explicou Rodrigo Caetano.



Apaixonado pelo futebol que é a melhor invenção do homem, atualmente setorista do Santos e Futebol Feminino pelo Torcedores.com