Odds Shark: quem ganhará a Copa do Mundo de 2018?

Eliminatorias
Crédito da foto: Reprodução/Site oficial Fifa

Brasil de Neymar? Argentina de Messi? Espanha de Iniesta? Uma zebra do Guiné? Confira os prognósticos!

LEIA MAIS:
COPA DO MUNDO 2018: SAIBA COMO ESTÁ A ÁSIA NAS ELIMINATÓRIAS
COPA DO MUNDO 2018: SAIBA COMO ESTÁ A ÁFRICA NAS ELIMINATÓRIAS

Campeões Mundiais Bem Cotados

Campeã Mundial de 1954, 1974, 1990 e 2014, a Alemanha é favorita a mais uma conquista de acordo com os números divulgados pelo Oddsshark.com/br. Craques como Ter Stegen, Hummels, Gerhardt, Rudy, Thomas Müller, Götze e Mario Gómez continuam no time titular ao lado de uma nova geração que começa a despontar. Além destes, outros nomes de fama mundial, como Neuer, Boateng, Khedira, Kroos continuam lembrados pelo técnico Joachim Löw em algumas convocações. Na recém disputada Eurocopa, os alemães foram bem e caíram apenas nas semi-finais, quando perderam para a anfitriã França, o que mostra que continuam fortes. Após quatro rodadas de eliminatórias, os alemães venceram todas os seus compromissos e lideram o Grupo C com cinco pontos de vantagem sobre Azerbaijão e Irlanda do Norte. Sua chave é fraca e tem ainda República Checa, Noruega e São Marinho. O pentacampeonato mundial rende R$ 5 para um.

O Brasil, de Neymar, cresceu muito desde que Tite assumiu o comando da equipe e passou a vencer seus compromissos, inclusive contra a tradicional Argentina. Com esta recuperação, o time passou a ser o segundo mais cotado, com prêmio de R$ 7 para um e nas eliminatórias sul-americanas já tem uma vantagem de cinco pontos sobre o Uruguai, que está em segundo lugar.

Empatado com o Brasil entre os favoritos, aparece a França, finalista da última Eurocopa e que lidera o “Grupo da Morte” com três pontos de vantagem sobre Holanda e Suécia e quatro sobre a Bulgária. Belarus e Luxemburgo são os outros adversários dos franceses.

Mesmo mal, a Argentina divide o quarto lugar das favoritas ao título mundial, com a Espanha. A seleção sul-americana aparece na modesta quinta posição da CONMEBOL, atrás de Brasil, Uruguai, Equador e Chile. Se terminasse agora, a seleção campeã em 1978 e 1986 teria que disputar a Repescagem para descobrir se irá à Rússia ou não. Enquanto isso, os europeus lideram o Grupo G europeu, que tem ainda a tradicional Itália. A equipe passa por um processo de renovação em seu comando técnico e também no campo de jogo. Títulos de argentinos ou espanhóis rendem R$ 90 para cada aplicação de R$ 10.

A Itália, que está digladiando com a Espanha, é a sexta mais cotada a ser campeã em 2018, com o prêmio de R$ 140 para cada R$ 100 investidos. A Azzurra venceu a competição em 1934, 1938, 1982 e 2006 e querem igualar o pentacampeonato dos brasileiros. Os veteranos Buffon e De Rossi continuam entre os titulares do técnico Gian Piero Ventura.

A Inglaterra, campeã mundial de 1966, é a oitava favorita a subir no topo do pódio em 2018. Os ingleses estão num grupo tranquilo das eliminatórias e lideram com dois pontos de margem sobre a Eslovênia. Seus outros adversários são as modestas seleções de Eslováquia, Lituânia, Escócia e Malta. Paga-se R$ 20 para cada real apostado no English Team.

Fechando a relação de seleções que já conquistaram a Copa do Mundo, temos o Uruguai no 11o lugar. Caso conquiste o Mundial de 2018, a Celeste Olímpica terá quebrado um jejum de 68 anos sem o título máximo do futebol. O prêmio para o investidor é de R$ 330 para cada R$ 10 acreditados em Cavani, Suárez e companhia.

Um Novo Campeão Mundial em 2018?

Além dos oito campeões mundiais, outras seis seleções aparecem bem cotadas para entrar para este seleto clube. Dentre estas, a Bélgica é a que tem o melhor prognóstico. A seleção lidera a Chave H com 100% de aproveitamento. O grupo é composto por Grécia, Bósnia-Herzegovina, Chipre, Estônia e Gibraltar. Na última Eurocopa os belgas tiveram um desempenho mediano. Estrearam perdendo para os italianos mas se classificaram com vitórias sobre Irlanda e Suécia. No mata-mata passaram pela Hungria mas foram derrotados nas quartas-de-final pelo País de Gales. As estatísticas do Oddsshark.com/br preveem o pagamento de R$ 14 para um, em caso do primeiro lugar do país da terra de Tintim.

A Colômbia está na briga para ser a mais nova campeã mundial da América do Sul, depois de Argentina, Brasil e Uruguai. A seleção tem uma equipe sólida, com bons atletas, como Ospina, Arias, Sánchez, Cuadrado, Aguilar, Rodríguez e Radamel Falcao. Apesar disso, o time está a três partidas sem vencer e caiu na classificação para o sexto lugar. Se conquistar o Mundial, o investidor terá recebido R$ 250 para cada R$ 10.

Um empate com a Inglaterra e derrotas diante de País de Gales e Eslováquia. Essa foi a campanha da Rússia na última Eurocopa. Os donos da casa de 2018 têm a mesma probabilidade de vencer o Mundial que os colombianos, apesar de não estarem obtendo bons resultados nos amistosos. A Copa das Confederações de 2017 será um grande teste para sabermos em que nível a seleção está.

Com rendimentos de R$ 330 para cada aposta de R$ 100, aparecem três seleções que jamais ganharam a Copa do Mundo: Chile, Holanda e Portugal. Os chilenos são os atuais bicampeões da Copa América e aparecem na quarta posição das eliminatórias sul-americanas. A Holanda não disputou a fase final da Eurocopa deste ano e já perdeu a final do Mundial em três oportunidades: 1974, 1978 e 2010. Encontra-se em segundo lugar no “Grupo da Morte” da Europa, que tem França, Suécia e Bulgária. Já Portugal está três pontos atrás da Suíça no Grupo B mas vem credenciado pela inédita conquista do Campeonato Europeu.

As Zebras

A partir destes catorze quadros, qualquer seleção que vença a Copa do Mundo será encarada como uma grande surpresa. A lista de equipes ainda na disputa pelo título é enorme e apenas 32 vão chegar à Rússia. A Croácia lidera a relação de possíveis surpresas, com um pagamento de R$ 40 para um, segundo o Oddsshark.com/br. Os croatas lideram o Grupo I europeu, dois pontos à frente da Ucrânia. A chave tem ainda Islândia, Turquia, Finlândia e Kosovo. Em outras palavras, dificilmente a seleção deixará de estar na fase final, mas levantar o troféu é outra estória….

Os Estados Unidos são a primeira seleção da CONCACAF a figurar na listagem. Estão em 16o lugar e paga-se R$ 66 pelo triunfo norte-americano. Os eternos rivais mexicanos estão uma posição atrás com prêmio de R$ 80 para um. O hexagonal final da América Central, do Norte e do Caribe traz a Costa Rica na liderança com seis pontos. México e Panamá têm quatro. Os Estados Unidos ainda não pontuaram.

As seleções africanas e asiáticas mais cotadas ao título mundial aparecem em 21o lugar. Trata-se de Argélia e Japão respectivamente. Os argelinos se encontram no “Grupo da Morte” africano. Depois de empatarem com Camarões em casa, perderam na Nigéria. Na Ásia, após um turno, o Japão está em segundo lugar no Grupo B, na zona de tirar o visto para a Rússia.

A mais provável campeã mundial da Oceania é a modesta seleção da Nova Zelândia, que ocupa a 77a posição nas casas de apostas, com uma incrível oportunidade de R$ 2.500 para um. O time lidera a Chave A da terceira fase das eliminatórias regionais. As “poderosas” Nova Caledônia e Fiji completam o triangular.

Algumas seleções têm como prêmio R$ 5 mil para um. Estas são as probabilidades de um território como Gibraltar se tornar o novo campeão mundial. É possível acreditar que as Ilhas Faröe darão a volta olímpica no dia 15 de Julho no Estádio Luzhniki? Quem sabe então a Nova Caledônia não tira a Nova Zelândia do Mundial e arranca para colocar o mundo a seus pés?

Eliminados

Os 101 times listados a seguir já não têm mais chances do título mundial de 2018: Afeganistão, Angola, Anguilla, Antígua & Barbuda, Aruba, Bahamas, Bahrain, Bangladesh, Barbados, Belize, Benin, Bermuda, Botsuana, Brunei, Burundi, Butão, Cambódia, Canadá, Chade, Cingapura, Comoros, Coréia do Norte, Cuba, Curaçao, Djibuti, Dominica, El Salvador, Eritreia, Etiópia, Filipinas, Gâmbia, Grenada, Guam, Guatemala, Guiana, Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial, Haiti, Hong Kong, Iêmen, Ilhas Caimã, Ilhas Cook, Ilhas Maurício, Ilhas Virgens Americanas, Ilhas Virgens Britânicas, Índia, Indonésia, Jamaica, Jordânia, Laos, Lesoto, Líbano, Libéria, Kuwait, Macau, Madagascar, Malásia, Maldivas, Malaui, Mauritânia, Mianmar, Moçambique, Mongólia, Montserrat, Namíbia, Nepal, Nicarágua, Níger, Omã, Palestina, Paquistão, Porto Rico, Quênia, Quirguízia, República Central Africana, República Dominicana, Ruanda, Samoa, Samoa Americana, Santa Lúcia, São Cristóvão & Nevis, São Tomé & Príncipe, São Vicente & Granadinas, Seicheles, Serra Leoa, Somália, Sri-Lanka, Suazilândia, Sudão, Sudão do Sul, Suriname, Tadjiquistão, Taiwan, Tanzânia, Timor-Leste, Togo, Tonga, Turcomenistão, Turcos & Caicos, Vanuatu e Vietnã estão eliminados.

Premiações para 103 Seleções:

1o Alemanha R$ 5,00

2o Brasil R$ 7,00

2o França R$ 7,00

4o Argentina R$ 9,00

4o Espanha R$ 9,00

6o Bélgica R$ 14,00

6o Itália R$ 14,00

8o Inglaterra R$ 20,00

9o Colômbia R$ 25,00

9o Rússia R$ 25,00

11o Chile R$ 33,00

11o Holanda R$ 33,00

11o Portugal R$ 33,00

11o Uruguai R$ 33,00

15o Croácia R$ 40,00

16o Estados Unidos R$ 66,00

17o Bósnia-Herzegovina R$ 80,00

17o México R$ 80,00

17o Polônia R$ 80,00

17o Suíça R$ 80,00

21o Argélia R$ 100

21o Japão R$ 100

21o Sérvia R$ 100

21o Ucrânia R$ 100

25o Equador R$ 125

26o Áustria R$ 150

26o Costa do Marfim R$ 150

26o Dinamarca R$ 150

26o Gana R$ 150

26o Grécia R$ 150

26o Nigéria R$ 150

26o País de Gales R$ 150

26o República Checa R$ 150

26o Suécia R$ 150

26o Turquia R$ 150

36o Austrália R$ 250

36o Camarões R$ 250

36o Coréia do Sul R$ 250

36o Irlanda R$ 250

36o Islândia R$ 250

36o Marrocos R$ 250

36o Montenegro R$ 250

36o Romênia R$ 250

44o Bulgária R$ 500

44o Costa Rica R$ 500

44o Egito R$ 500

44o Eslováquia R$ 500

44o Eslovênia R$ 500

44o Hungria R$ 500

44o Noruega R$ 500

44o Paraguai R$ 500

44o Tunísia R$ 500

53o África do Sul R$ 750

53o Finlândia R$ 750

53o Irlanda do Norte R$ 750

53o Israel R$ 750

53o Senegal R$ 750

53o Uzbequistão R$ 750

59o Arábia Saudita R$ 1.000

59o Armênia R$ 1.000

59o China R$ 1.000

59o Burkina Faso R$ 1.000

59o Emirados Árabes R$ 1.000

59o Escócia R$ 1.000

59o Estônia R$ 1.000

59o Honduras R$ 1.000

59o Letônia R$ 1.000

59o Panamá R$ 1.000

59o Qatar R$ 1.000

69o Albânia R$ 1.000

70o Irã R$ 1.500

70o Macedônia R$ 1.500

70o Peru R$ 1.500

70o Trinidad & Tobago R$ 1.500

70o Venezuela R$ 1.500

75o Belarus R$ 2.000

75o Iraque R$ 2.000

75o Lituânia R$ 2.000

77o Cabo Verde R$ 2.500

77o Cazaquistão R$ 2.500

77o Chipre R$ 2.500

77o Congo R$ 2.500

77o R. D. Congo R$ 2.500

77o Gabão R$ 2.500

77o Líbia R$ 2.500

77o Luxemburgo R$ 2.500

77o Mali R$ 2.500

77o Moldávia R$ 2.500

77o Nova Zelândia R$ 2.500

77o Uganda R$ 2.500

77o Zâmbia R$ 2.500

90o Kosovo R$ 3.000

91o Tailândia R$ 3.500

92o Andorra R$ 5.000

92o Azerbaijão R$ 5.000

92o Geórgia R$ 5.000

92o Gibraltar R$ 5.000

92o Guiné R$ 5.000

92o Ilhas Faröe R$ 5.000

92o Ilhas Salomão R$ 5.000

92o Liechtenstein R$ 5.000

92o Malta R$ 5.000

92o Nova Caledônia R$ 5.000

92o São Marinho R$ 5.000

92o Taiti R$ 5.000