Presidente do Botafogo fala em tomar “medidas cabíveis” com os brigões Sassá e Airton

Crédito de imagem: Vitor Silva /Divulgação/Site Oficial do Botafogo

O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, não gostou nada da confusão entre Sassá e Airton, na partida do último domingo, contra o Grêmio, Porto Alegre. O mandatário do Botafogo, falou que tomará as medidas cabíveis e que uma situação como essa, é inadmissível.

“O ocorrido foi, sem dúvida alguma, lamentável. Vou aguardar a volta da delegação, conversar pessoalmente com os envolvidos e certamente tomaremos medidas cabíveis. Não se pode admitir em hipótese alguma o que ocorreu” – disse Carlos Eduardo Pereira

 

LEIA MAIS

 

MEIA PRATICAMENTE FECHADO COM O BOTAFOGO, TEVE NÚMEROS EXPRESSIVOS NO CAMPEONATO BRASILEIRO; VEJA

ENQUETE: QUEM FOI O DESTAQUE DO BOTAFOGO NO CAMPEONATO BRASILEIRO 2017?

ENQUETE: QUAIS JOGADORES VOCÊ QUER VER FORA DO BOTAFOGO EM 2017? MONTE SUA BARCA

 

Sassá e Airton trocaram empurrões que resultou na expulsão do volante. Airton já havia tomado amarelo minutos antes, após retardar o recomeço do jogo. A expulsão poderia ter comprometido a classificação do Glorioso para a Libertadores, já que ocorreu aos 46 do primeiro tempo. O time de General Severiano precisou jogar o segundo tempo inteiro com um jogador a menos.

O Botafogo desembarcou ontem no Rio de Janeiro. O elenco alvinegro, está oficialmente de férias.

A declaração do presidente foi para a Rádio Tupi.