Por que os reforços do Corinthians em 2016 decepcionaram? Edu Ferreira explica

Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Criticado pela torcida do Corinthians pelo número de contratação sem brilho, Eduardo Ferreira, ex-diretor de futebol, afirma que é preciso tempo para fazer uma avaliação dos nomes. Afinal, a estrutura do clube passou por mudanças ao longo de 2016.

“A estrutura foi desmontada. Como o time não encaixou até hoje, fica complicado analisar. Ninguém conseguiu mostrar mais do que ano passado em seus clubes. Isso também se deve a essa mudança de estrutura no Corinthians. O único cara que cresceu e que já vinha bem foi o Rodriguinho. Temos de esperar ano que vem para poder julgar melhor”, afirmou em entrevista ao Globoesporte.com.

LEIA MAIS
SAIBA COMO A AUSÊNCIA NA LIBERTADORES AFETA O 2017 DO CORINTHIANS
VEJA QUANTO O CORINTHIANS IRÁ RECEBER APÓS ‘MÁ CAMPANHA’ NO BRASILEIRÃO
EX-ZAGUEIRO CHICÃO CRITICA ELENCO ATUAL DO CORINTHIANS EM REDE SOCIAL

“Se passar mais de um ano e não encaixar, e os jogadores não produzirem, você pode analisar de outra maneira. Nós tentamos o melhor, mas não deu certo”, completou.

Edu aproveita para lembrar que o diretor de futebol é o responsável por ir atrás dos nomes sugeridos pela comissão técnica. “Todos os jogadores contratados, desde uma promessa até um grande jogador, passam pela comissão técnica. O diretor não fala que vai lá buscar o jogador. Isso é mentira. Passa pela comissão, pelo Mauro (da Silva, observador), pelo Alessandro. Todos passam por esse processo. O diretor só vai lá para contratar”, lembrou.

Responsável pelas vindas de Gustavo, do Criciúma, Jean do Paraná, e Luidy, do CRB, o ex-diretor declara que sua intenção sempre foi buscar jovens no mercado para gerar lucro no futuro ao Corinthians. “Eu ajudei e briguei para contratar jogadores mais novos, como Jean, Luidy e o próprio Gustavo, porque acho que o Corinthians precisa ter esse planejamento de contratar jogadores baratos. Não dá para contratar atletas de R$ 10 milhões. Por mim, traria muito mais jogadores novos para que daqui a seis meses possam virar grandes atletas”, finalizou.

Eduardo Ferreira esteve presenta nas negociações de, além de Gustavo, Jean e Luidy, Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Balbuena, Willians, Lucca, Vilson, Camanho, Bruno Paulo, Marlone, etc.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.