Mercado da Bola: Dirigente gremista comenta situações de Luan e Walace

Luan
FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Nada mais natural que o campeão da Copa do Brasil tenha os seus jogadores valorizados no mercado. Ciente desse cenário, o Grêmio já se prepara para receber propostas pelo seus maiores nomes, como Luan e Walace, por exemplo, que despertam um interesse antigo do futebol europeu. A partir de janeiro, o clube gaúcho novamente viverá com a incerteza da manutenção completa do plantel.

Neste domingo, após a derrota em casa por 1×0 para o Botafogo, o vice-presidente de futebol Adalberto Preis comentou a situação dos dois jogadores. Além de não garantir as permanências, admitiu que “há rumores que chegarão propostas significativas”.

LEIA MAIS:

Geromel explica como dupla com Kannemann deu tão certo no Grêmio

Rebaixamento do Inter gera muitas piadas na internet; confira

“Justíssimo”, diz Danilo Fernandes sobre o rebaixamento do Inter

“Não é segredo para ninguém de que havia desejos por Luan e Walace. O Grêmio fez um esforço grande para manter os dois até agora. Há rumores que chegarão propostas significativas. Quando digo significativas é porque nem o jogador e nem o clube podem recusar”, avaliou.

Luan, na última janela, teve o seu nome ligado ao Leicester, da Inglaterra, e Barcelona, da Espanha, mas em ambos os casos não houve evolução. O presidente gremista Romildo Bolzan Jr não o libera por menos de 30 milhões de euros. Walace, por sua vez, é alvo antigo do futebol italiano e foi objeto de proposta do Espanyol, da Espanha, no meio do ano.

“Se isso não se confirmar vamos manter os atletas. Não somos um clube vendedor, mas vivemos em um cenário em que não conseguimos resistir as condições financeiras estrangeiras”, ampliou o diretor.

Paralelo a isso, o Grêmio já trabalha na renovação do contrato do técnico Renato Gaúcho e espera oficializar o acerto ainda nesta semana. O treinador se valorizou bastante após conduzir o clube ao título da Copa do Brasil desse ano, o que quebrou um jejum de 15 anos sem grandes títulos.

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.