Má conduta de Mancuello pode render punição do STJD ao Flamengo; entenda

Getty Images

No último domingo, o Flamengo empatou por 0 a 0 com o Atlético-PR, na Arena da Baixada, pela última rodada do Campeonato Brasileiro e acabou ultrapassado pelo Santos na classificação. O time de Zé Ricardo encerrou sua participação com um terceiro lugar que o fez perder mais de R$ 3 milhões em premiação da CBF.

Mais do que isso, o Rubro-Negro pode ser punido pelo STJD. Não entendeu? No final da partida em Curitiba, o meia Mancuello foi expulso após empurrão em André Lima e chamou o árbitro Elmo Alves Resende Cunha de “fraco”. O camisa 23 foi retirado de campo pelos companheiros, mas não sossegou.

LEIA TAMBÉM:
Mercado da bola: Veja as NOVIDADES nas negociações do Flamengo para 2017
Ciente do Flamengo, Marinho avisa: “Para me levar, tem que falar com o Vitória”
Zé Ricardo promete fazer da base do Flamengo protagonista em 2017

Após o jogo, quando o trio de arbitragem se dirigia aos vestiários do estádio, Mancuello estava na zona mista e voltou a provocar o juiz. “Seu marica, seu marica, você é muito fraquinho”, disse o meia argentino. Tudo isso foi relatado na súmula por Cunha.

Veja o documento:

Captura de Tela 2016-12-12 às 18.25.19

Vale lembrar que, se o STJD denunciar o clube pelo ocorrido, o Flamengo poderá cumprir pena na próxima edição do Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que o Rubro-Negro carioca foi prejudicado por parte de sua torcida em 2016.

No jogo contra o Palmeiras, em Brasília, no final de junho, torcedores flamenguistas se envolveram em briga com palestrinos no estádio Mané Garrincha. O STJD penalizou o time da Gávea em três partidas como mandante sem torcida organizada, mantendo 20% do estádio fechado, e mais três jogos sem torcedores como visitante. Além disso, teve que pagar uma multa de R$ 30 mil.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.