Confira o histórico do Botafogo na Taça Libertadores

Divulgação / site oficial Botafogo

O Botafogo está classificado para a próxima edição da Taça Libertadores da América após vencer o Grêmio por 1 a 0 domingo (11) e garantir vaga no G6. Será a quinta vez que o clube de General Severiano disputará a principal competição entre clubes da América do Sul.

Nas outras quatro participações do time, o Fogão jamais avançou para as finais da competição, mas conseguiu algumas boas performances e o Torcedores.com irá fazer uma retrospectiva da equipe no certame.

LEIA MAIS

CONFIRA OS TIMES PELO MUNDO QUE NUNCA CAÍRAM PARA A SÉRIE-B

SASSÁ POSTA FOTO COM MALOTE DE DINHEIRO E TORCEDORES FICAM INDIGNADOS; VEJA AS REAÇÕES

1963

Como vice-campeão brasileiro (Taça Brasil), o Glorioso disputou sua primeira Libertadores, sendo ao lado do então campeão Santos os representantes do Brasil na competição (naquela época, apenas um time representava cada país). Na primeira fase, o time ficou em primeiro numa chave que tinha os peruanos do Alianza Lima e os colombianos do Milionarios. de forma invicta.

Nas semifinais, enfrentou o Peixe em duelo brasileiro por vaga na decisão. Na primeira partida, empate por 1 a 1 em São Paulo, mas no jogo de volta, Pelé e cia. golearam o Botafogo de Garrincha, Nílton Santos e Zagallo por 4 a 0 e se classificaram para as finais, onde conquistariam o bi da Libertadores.

1973

Dez anos depois, o Glorioso retornou a Libertadores, novamente como vice-campeão nacional. Ficando em grupo com Palmeiras e os uruguaios Nacional e Peñarol, o time alvinegro fechou na primeira colocação, sendo o único classificado da chave e desbancando o Verdão e a dupla uruguaia.

Nas semifinais, ficou na chave com o Colo-Colo (CHI) e o Cerro Porteño (PAR). Nesta fase, no entanto, o time decepcionou. Ficou em último lugar na chave, com três pontos e apenas uma vitória (4 a 0 em cima do Cerro) e novamente eliminado.

1996

Desta vez como campeão nacional, a volta do Fogão a Libertadores aconteceria duas décadas depois, sendo sorteado em grupo ao lado do Corinthians e dos chilenos Universidad Católica e Universidad de Chile. Carregado por Túlio e cia,  Botafogo se classificou em terceiro lugar, atrás do Timão e de La U, mas nas oitavas de final, nova queda. Desta vez para o Grêmio (1 a 1 e 2 a 0 para os gaúchos).

2014

A última participação botafoguense na competição sul-americana aconteceu em 2014, com um time com jogadores como Jefferson, Gabriel, Dória, Wallyson, Bolívar e outros. Na fase preliminar, perdeu a partida de ida para o Deportivo Quito (EQU) por 1 a 0 mas venceu o jogo de volta de goleada (4 a 0) para seguir na fase de grupos.

Na parte seguinte da competição, o que era alegria virou pesadelo para o Botafogo. Em grupo com Unión Española (CHI), San Lorenzo (ARG) e Independiente del Valle (EQU), uma vitória na estreia em cima do San Lorenzo parecia dar um bom caminho ao time alvinegro, mas alguns tropeços acabaram custando a classificação, sendo eliminado como lanterna da sua chave.

(Crédito da foto: Divulgação / site oficial Botafogo)