Há quatro anos, Corinthians vencia Al-Ahly e dava primeiro passo para conquistar o Bi Mundial

Daniel Augusto Jr

12 de dezembro de 2012. Há quatro anos atrás, o Corinthians iniciava sua trajetória que resultaria no bicampeonato do Mundial de Clubes da FIFA com vitória sofrida e suada frente ao Al-Ahly.

Comandado pelo técnico Tite, o Timão iniciou a primeira partida do Mundial de nas semifinais frente ao Al-Ahly com Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Douglas e Danilo; Emerson Sheik e Guerrero.

LEIA MAIS
SAIBA COMO A AUSÊNCIA NA LIBERTADORES AFETA O 2017 DO CORINTHIANS
VEJA QUANTO O CORINTHIANS IRÁ RECEBER APÓS ‘MÁ CAMPANHA’ NO BRASILEIRÃO
EX-ZAGUEIRO CHICÃO CRITICA ELENCO ATUAL DO CORINTHIANS EM REDE SOCIAL

Em partida tensa, o Corinthians era melhor em campo, mas a tensão fazia a equipe abrir espaços para os egípcios. Porém, o sofrimento chegou ao fim aos 30 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Douglas ficou com a bola no bico da área pelo lado esquerdo, levantou a cabeça e viu Guerrero na área. Em belo cruzamento de três dedos do meia, o centroavante peruano subiu bonito para abrir o placar.

O tento de Guerrero fez os comandados de Tite controlarem a partida, marcar sobre pressão nos momentos em que o Al-Ahly se lançou ao ataque e garantiu o passaporte para à final contra o Chelsea, da Inglaterra.

Após o torneio, o técnico Tite lembrou que a pressão estava sobre o time brasileiro e lembrou casos anteriores. “Havia um caráter de responsabilidade maior em cima do Corinthians. A importância do jogo e os resultados de outras equipes no histórico do torneio mostra que é assim”, disse.

 

Relembre o gol de Guerrero na semifinal do Mundial:



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.