“A Globo em momento algum ameaçou o Palmeiras”, diz Nobre

Palmeiras
Crédito da foto: Reprodução Vídeo

O presidente Paulo Nobre do Palmeiras, foi o convidado especial do programa desta terça-feira(13), do Esporte em Discussão, da Jovem Pan. O dirigente comentou da relação do clube com a TV Globo e sobre a negociação que o Alviverde fez tanto com o Globosat, tanto com o Esporte Interativo pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro.

Segundo o mandatário do Palmeiras, apesar do clube ter assinado com os canais EI, a TV Globo foi muito correta e justa com o Alviverde, ele afirmou que em nenhum momento a emissora carioca ‘retaliou ou ameaçou’ o Verdão. O acordo entre o time de Palestra Itália e o grupo Turner será de seis temporadas(2019-2024).

LEIA MAIS:

NOBRE REVELA COMO PALMEIRAS DEIXOU DE DEPENDER DAS RECEITAS DA TV GLOBO

“Chegou o Esporte Interativo fazendo uma oferta muito interessante para televisão fechada, não tem nada ver com Globo aberta e o Pay Per View, se não me engano é para dois jogos por rodada, do Campeonato Brasileiro, para passar na televisão fechada, eles entraram nessa disputa com a Globo, alguns entenderam que era melhor fechar com a Globo, outros com o Esporte Interativo”, comentou Paulo Nobre.

“O Palmeiras em respeito a Globo, e eu quero deixar uma coisa muita clara ao palmeirense: a Globo teve um comportamento super respeitoso em toda essa negociação, a Globo em momento algum retaliou, ameaçou, absolutamente nada, então o palmeirense que tem raiva da Globo eu peço encarecidamente não tenha, assina Pay Per View, por que o Palmeiras vai estar ganhando mais se você assinar, não fique com raiva da Globo”, disse Paulo Nobre.

O presidente do Palmeiras afirma que o Verdão ao fechar com o Esporte Interativo está tentando tirar um pouco essa diferença que tem de quanto ganha Corinthians e Flamengo, em comparação ao Palmeiras, em receita de televisão.

“O Palmeiras está tentando diminuir a enorme diferença que existe para o Corinthians e para o Flamengo, a televisão deixa muito desproporcional as receitas dos outros clubes em relação ao Corinthians e Flamengo, o Palmeiras tentou uma negociação para tentar aproximar, sendo que a cinco atrás o Palmeiras tinha a mesma receita de Corinthians e Flamengo, quando existia os clubes dos 13, então eu falei que queria voltar a ter o status que tinha anteriormente, o Palmeiras não é menor que esses clubes, o Palmeiras tem uma torcida menor em número em relação ao Corinthians e Flamengo, mas em consumo igual ou superior, nós entendemos que tinhamos que ter uma receita de televisão muito mais parecida que Corinthians e Flamengo”, explicou o dirigente Alviverde.

“Depois de ter chegado em um número que agrada o Palmeiras, tentou se aprovar internamente na Globo, não deu liga na verdade, aí nós negociamos uma tratativa com o Esporte Interativo, chegamos ao um número também muito interessante ao Palmeiras, mas não se aprovou. Mas o que acontece o Esporte Interativo ficou tentando criar outras alternativas para que possa ter o Palmeiras no seu time de clubes e a Globo ficou negociando com outros clubes, absolutamente normal, eu diria que os dois canais respeitou muita a grandeza do Palmeiras, só que o Esporte Interativo chegou a uma proposta que nos agradou e nós trabalhamos essa proposta e devolvemos para eles e aprovaram internamente”, finalizou Nobre.

Veja na íntegra a declaração de Paulo Nobre no programa Esporte em Discussão:



Apaixonado pelo futebol que é a melhor invenção do homem, atualmente setorista do Santos e Futebol Feminino pelo Torcedores.com