Em noite horrível da defesa e recurso de vídeo, Nacional é goleado pelo Kashima e fica de fora da final

Reprodução

E o Mundial de Clubes não terá o campeão da América em sua final, numa péssima partida feita pelo time de Reinaldo Rueda, o Nacional acabou sendo goleado e ficará para a disputa do terceiro lugar.

LEIA MAIS!

Ibarguen vira desfalque do Atlético Nacional para o Mundial de Clubes

A partida mais importante do ano para o Atlético Nacional acabou com um final triste, pela semi-final do Mundial de Clubes, o time colombiano precisava apenas vencer o Kashima, mas teve muita dificuldade, chances desperdiçadas e uma arbitragem que interferiu no jogo.

O Jogo:

A partida começou muito boa, a primeira grande jogada aconteceu pelo lado colombiano, Borja ajeitou para Arias, que finalizou no cantinho, mas Sogahata defendeu. Mas o Kashima também foi ofensivo, aos 17’, Akasaki encontrou espaço na área, ficou na cara do gol, mas finalizou no peito do goleiro Armani.

O Nacional continuava melhor no jogo, criando várias jogadas, porém a bola não queria entrar, em dois lances seguidos, a trave salvou o time japonês. O jogo estava tranquilo, mas ficou polêmico aos 30 minutos, quando o arbitro usou o recurso de vídeo e marcou um pênalti para o Kashima, porém o jogador japonês estava impedido quando foi derrubado e isto não foi marcado.

Momento em que o arbitro Viktor Kassai assinala o pênalti polêmico para o Kashima. (Reprodução/FIFA)
Momento em que o arbitro Viktor Kassai assinala o pênalti polêmico para o Kashima. (Reprodução/FIFA)

Doi não tinha nada a ver com a polêmica, cobrou o pênalti e abriu o placar para os japoneses. Antes do fim do primeiro tempo, o Nacional novamente quase empatou, Borja encontrou espaço na área, girou sobre a marcação e finalizou, mas o goleiro parou seu remate.

A segunda etapa voltou muito muito aberta, mas ainda assim o Nacional não conseguiu o gol e aos 37 minutos, chega o segundo tento do Kashima: Kawasaki colocou na área, Armani tentou cortar, mas deu no pé de Endo, que de calcanhar, ampliou o placar. Dois minutos depois, mais um gol japonês, Suzuki aproveitou cruzamento de Mu e matou o marcador.

O adversário do Kashima na final do Mundial será decidido amanhã, quando o Real Madrid encara o time do América do México, ás 08h30.

Foto:



Nascido em Sorocaba, acompanha futebol desde os 8 anos e é apaixonado pelo europeu. Tem simpatia pelo Argentino e também gosta muito do Brasileiro. Basquete é outra opção boa.