Eduardo Baptista irá trazer “bagagem” ao Palmeiras que Cuca ainda persegue; entenda

Arte: Matheus Martins Fontes/Torcedores.com

Em 2017, o técnico Cuca estará indisponível para o Palmeiras e, pelo jeito, para qualquer outro clube do futebol brasileiro. Após dirigir o Verdão rumo ao título brasileiro, o treinador recusou renovar com o clube por querer priorizar a vida familiar no ano que vem.

Além disso, Cuca também pretender viajar para a Europa com o objetivo de fazer um intercâmbio com outros técnicos famosos no cenário internacional. Pep Guardiola e José Mourinho, dos rivais Manchester City e United, Antonio Conte, do Chelsea, e Mauricio Sarri, do Nápoli, da Itália, são alguns que o ex-treinador do Palmeiras pretende ver em sua turnê pelo Velho Mundo.

LEIA TAMBÉM:
Cuca admite que Vampeta foi fundamental para planejamento do Palmeiras em 2016
Cuca revela que chegou a sugerir contratação de Diego ao Palmeiras
Crefisa vai investir! Veja as NOVIDADES nas negociações do Palmeiras para 2017

Nome mais cotado no Palmeiras para a próxima temporada, Eduardo Baptista já tem essa experiência. Na verdade, o ex-técnico de Ponte Preta, Fluminense e Sport Recife, irá trazer uma comissão que contém um membro que fez tudo isso que Cuca pretende pôr em prática.

DIFERENCIAL DA EQUIPE DE BAPTISTA

Caso seja confirmado pela diretoria alviverde, Baptista irá desembarcar na Academia de Futebol com o auxiliar técnico Pedro Gama, seu fiel escudeiro desde os tempos de Sport, no ano passado. Sua principal função será analisar e produzir relatórios sobre os adversários do Palmeiras.

Enquanto Baptista está ministrando um curso para treinadores na CBF, seu auxiliar viajou para a Espanha para acompanhar de perto os métodos de trabalho de Real Madrid e Atlético, rivais locais.

Quanto a Baptista propriamente dito, ele só teve duas experiências em clubes fora do Brasil, ambas como preparador físico do pai, Nelsinho Baptista. Eduardo esteve no Nagoya Grampus (de 2003 a 2005) e Kashiwa Reysol (de 2009 a 2011), os dois do Japão.

O acerto entre Baptista e Palmeiras estaria apalavrado desde o começo de dezembro. A tendência é que o treinador seja anunciado depois da posse do novo presidente Maurício Galiotte, que substituirá Paulo Nobre a partir desta quarta-feira, 15 de dezembro.

Como de costume, haverá uma multa rescisória prevista no vínculo de Baptista – no Palmeiras, o valor costuma ser equivalente a no máximo três salários do técnico.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.