Dana White desconsidera associação de lutadores

Em entrevista para o UFC Ulfiltered presidente do UFC falou sobre a associação de lutadores que se formou declarando o intuito de aumentar os benefícios dos participante do torneio.Porém, o presidente Dana White tem uma opinião diferente sobre o assunto

Ao saber que estava sendo formada uma associação de lutadores contra o UFC, Dana acusou os lutadores de estarem interessados apenas em dinheiro, e querer levar o de outros atletas, deixando bem claro que não confiaria em um membro específico da entidade.

LEIA MAIS:

“Se você é um lutador, esses caras estão tentando colocar a mão no seu bolso… É um negócio onde os caras farão dinheiro. E se você é um lutador e é isso que você quer fazer, você tem que decidir que mão você quer no seu bolso. E eu garanto a você, você não quer a mão do Bjork no seu bolso. Sabe o que quero dizer?”

Dana já possui uma antiga rivalidade antiga com Bjorn Rebney, ex presidente do Bellator e um dos fundadores da entidade dos lutadores, e não perdeu a oportunidade de alfineta-lo.
“Não sei tanto para poder de fato falar sobre o assunto mas a única coisa que preciso saber que Bjork, o maior bundão da história do mundo da luta, está nesse negócio”

Porém, ele também se mostrou sentido particularmente pelo envolvimento de um lutador na estidade, Donald Cerrone, o Cowboy, Dana declarou que o ajudou quando teve oportunidade. Cerrone tem uma luta marcada, fará o co-main event da noite no UFC 2006, no Canada, contra Matt Brown.


“Veja, no fundo, a realidade é que os lutadores podem fazer o que eles quiserem. Eles são todos homens adultos. Eu só estou um pouco chocado. Vou te dizer, Cerrone não me ligou.”
“Primeiramente, ele se destacou em apenas três lutas – Fight Nights – na sua carreira. Nunca foi campeão no WEC e no UFC, e alguns anos atrás eles estava no seu barco e arranjou encrenca com um cara em outro barco. Ele estava encrencado e para quem ele liga? Para mim. O que eu faço? Saio e busco o melhor advogado criminalista e gasto por volta de 100 mil dólares do meu próprio bolso. E é isso o que acontece.”

A associação é formada por Georges St-Pierre, Cain Velásquez, Donald Cerrone, Tim Kennedy, TJ Dillashaw e Bjorn Rebney.Eles já fizeram críticas fortes ao UFC e exigem que os atletas tenham uma maior participação nos lucros da empresa, uma vez que nos ultimos anos o evento cresceu muito, além de melhores condições de trabalho.