Copa Ipiranga: Palmeiras vence todos os jogos e pega o Botafogo nas quartas

Palmeiras
Foto: Divulgação/SEPalmeiras

Após os oito jogos realizados ontem (domingo) e nesta segunda-feira, 12, foi encerrada a primeira fase da Copa Internacional Ipiranga sub-20 de 2016. Na chave C, que contou com Palmeiras, Grêmio, Universidad de Chile, Peñarol e Vasco, quem se deu melhor foi o Verdão, que ganhou os seus quatro jogos e terminou a fase como o único time 100% do torneio.

Logo abaixo do alviverde ficou posicionado o Grêmio, que somou 9 pontos. O destaque negativo entre os brasileiros da chave foi o Vasco, que fechou na quinta e última posição sem nenhum ponto marcado.

LEIA MAIS:

COPA IPIRANGA: FLAMENGO FICA EM SEGUNDO E ENFRENTA A PONTE PRETA NAS QUARTAS

GABRIEL JESUS É O 1º ATACANTE DO VERDÃO NO BOLA DE PRATA DESDE EDMUNDO

GUSTAVO SCARPA NÃO GARANTE PERMANÊNCIA NO FLU: “NÃO SEI O DIA DE AMANHÔ

SAIBA COMO SERÁ O TRATAMENTO DA LESÃO DO ZAGUEIRO MINA

A primeira rodada foi a mais complicada para o Palmeiras. Jogando no Campo do SESC, a equipe saiu perdendo para o Grêmio, mas virou para 2×1 no segundo tempo com dois gols de Iacovelli  e estreou com um triunfo.

No segundo jogo, contra a Universidad de Chile, vitória alviverde por 3×1, após mais uma virada. Na quarta rodada, após folgar na terceira pelo fato do grupo contar com um número ímpar de componentes, os garotos do Verdão jogaram desfalcados, mas venceram o Vasco por 1×0 com gol de Fernando.

Já nesta segunda, no último jogo da primeira fase, goleada tranquila por 5×1 sobre os paraguaios do Peñarol.

Com a primeira colocação isolada da chave C, o Palmeiras terá pela frente, nas quartas de final, o Botafogo, que ficou na segunda colocação no grupo D, após duas vitórias e duas derrotas.

O Verdão busca um título inédito na Copa Ipiranga, mas já chegou à final em duas oportunidades: em 2013, quando foi derrotado pelo Internacional e em 2010, quando perdeu para o Cruzeiro nos pênaltis.

Palmeiras x Ponte Preta vai acontecer na quarta-feira, dia 14.



Estudante do 8º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.