Conquistei o coração dos brasileiros, diz atleta paralímpica do ano

Silvânia recebe prêmio pela segunda vez consecutiva

A atleta Silvania Costa, ouro no salto em distância na classe T 11 (para cegos) na Paralimpíada do Rio 2016, emocionou-se ao ganhar o prêmio de melhor atleta paralímpica na última quarta-feira (7), em evento realizado no Vivo Rio.

“Além de medalhas e títulos, conquistei o coração do Brasil”, disse a saltadora que conquistou o prêmio com 61% dos votos populares.

Silvania desbancou a lançadora Shirlene Coelho (23%), bicampeã paralímpica que se aposentou recentemente, e Evani Calado, atleta de bocha (16%).

“Foi um ano difícil, mas terminou como o mais feliz da minha vida”, afirmou Silvania, que, além da medalha de ouro no Rio e do prêmio entregue pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), está grávida de João Guilherme.

No masculino, o velocista Petrúcio Ferreira, com 53% dos votos, superou o nadador Daniel Dias (26%), recordista de medalhas na natação paralímpica, e o jogador Jeffinho, artilheiro do futebol de 5 na última Paralimpíada.

Petrúcio ganhou três medalhas na Rio 2016 – uma de ouro e duas de prata. “Depois de três meses, volto ao Rio de Janeiro com uma felicidade enorme por saber que representei meu país, minha bandeira, nos Jogos Paralímpicos. Dizia para minha mãe, quando era mais novo, que esse era meu grande sonho, e ele foi realizado em casa. Agradeço a todos que acreditaram em mim desde o começo, desde 2013, quando comecei nas Paralimpíadas Escolares”, disse o velocista.



Perfil especializado em paradesporto. Ou melhor: DESPORTO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS. Queremos um Mundo Sem Limites!