Comentarista do SporTV acredita que retorno de Ceni no São Paulo é prematuro

Rogério Ceni
Crédito da foto: Igor Amorim/saopaulofc.net

Um pouco mais de um ano após se aposentar, Rogério Ceni vai ser técnico do São Paulo em 2017. Para o comentarista do SporTV, Edinho, que assumiu o Fluminense no início da década de 90 logo após “pendurar as chuteiras”, o ex-goleiro do Tricolor Paulista deveria ter tido um tempo maior de preparação para assumir o comando técnico do clube que defendeu por 25 anos.

“Eu já passei por esse momento de ser capitão, líder de equipes e, depois, me transformar em treinador. Quando você é jogador e capitão, você tem as informações e é fácil saber lidar, saber onde está o problema. Agora, como treinador, é diferente. É uma outra situação, ele vai ter que encarar os quarenta jogadores de frente sozinho. Ele tentou se preparar para isso, fez alguns cursos, mas deveria parar um pouco mais, se preparar um pouco melhor. Acho muito prematuro a parada dele e a volta como treinador, porque ele vai encontrar ainda jogadores que jogaram com ele. E isso não é bom” analisou Edinho.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA 2016: ATACANTE PARAGUAIO SE ANIMA COM CHANCE DE JOGAR NO SÃO PAULO
COM PROPOSTAS DO CATAR E COREIA DO SUL, ROGÉRIO PODE NÃO RETORNAR AO SÃO PAULO

Edinho exerceu a função de treinador de futebol por 20 anos e dirigiu clubes de expressão nacional como Fluminense, Flamengo, Botafogo e Grêmio. Segundo o comentarista, a pressão de assumir o comando técnico de um time de futebol é algo difícil de lidar.

“Pressão acontece é sempre. Todos os times têm pressão, independente do tamanho do clube, não tem como mensurar. Dirigi o Vitória, um time que me deu toda a abertura, mas com uma pressão muito grande. Sofri muita pressão lá também”, finalizou.