Com apoio da torcida Vôlei Nestlé acaba com invencibilidade de Rexona Sesc

Foto: João Pires/Fotojump

A torcida do Vôlei Nestlé lotou o ginásio José Liberati, em Osasco, para assistir mais um clássico com o Rexona Sesc, e dessa vez foi fundamental para o time paulista. Com os cantos das arquibancadas, as donas da casa viraram diante atuais campeãs da Superliga, e venceram o jogo por 3 sets a 2, e acabaram com série de vitórias do time carioca. Mesmo com o revés o time do técnico Bernardinho continua na liderança da competição.

A partida começou com o Vôlei Nestlé cometendo muitos erros de ataque, o que fez o time carioca abrir no placar. Mais controlado nos momentos seguintes, o time da casa até conseguiu igualar a partida, mas o Rexona Sesc voltou a ficar na frente. No final do set o time de Osasco chegou a reagir porém sem sucesso, pois com um ataque de Gabi as cariocas abriram vantagem no placar, com 25 a 23.

LEIA MAIS:

INCÊNDIO ASSUSTA TORCEDORES EM PARTIDA DA SUPERLIGA
ARGENTINO MULTICAMPEÃO COM O SADA CRUZEIRO ADMITE DESEJO DE TREINAR O BRASIL

O segundo set começou com princípio de incêndio no ginásio José Liberati, logo contido pelos bombeiros. Passado o susto, o time da casa voltou melhor embalado pela recuperação no final da parcial anterior e abriu sete pontos à frente do Rexona Sesc. Mas a vantagem durou pouco com algumas mudanças o time do técnico Bernardinho empatou e virou a partida nos momentos finais. Mas com a ajuda da torcida o Vôlei Nestlé conseguiu reagir e empatar o jogo, com a vatagem mínima 27 a 25..

No terceiro set, o Vôlei Nestlé começou forte e novamente abriu vantagem no início do set. O que a equipe não conseguiu fazer foi segurar o placar e deixou novamente o Rexona Sesc empatar, só que dessa vez, o time do Rio de Janeiro não deu chances de recuperação e com grande atuação da oposta Helô o time voltou a ficar em vantagem na disputa, aplicando um 25 a 20..

Com o apoio da torcida e precisando vencer o quarto set para manter as chances de vitória no jogo. No entanto, quem deu as cartas durante toda a parcial foi o Rexona Sesc. Só que dessa vez quem realizou a mudança foi o técnico Luizomar de Moura, que colocou Gabi no lugar de Malesevic, e com isso, empurrou o time para cima das adversárias mesmo em desvantagem. A alteração deu certo  e o time conseguiu mais uma virada e levou a partida para o tie-break,.

Como em todo o jogo o set decisovo começou equilibrado, quando antes da para técnica o time do Vôlei Nestlé abriu três pontos de diferena. Com a troca de lado o Rexona Sesc empatou o jogo, novamente com Bernardinho fazendo trocas. Só que dessa vez quem se deu melhor foi o Vôlei Nestlé que viu a ponteira Tandara fazer 30 pontos no partida e bater o arquirival com um 15 a 13.

Foto: João Pires/Fotojump