‘Botafogo tem de manter a espinha do time’, diz Jair Ventura

Reprodução/Sportv

O Botafogo vem sofrendo com algumas perdas nas últimas semanas, com as saídas de Neílton, Sidão e Diogo Barbosa do time. O técnico Jair Ventura torce para que o time consiga repor as perdas, mas quer evitar que outros jogadores saiam do Fogão.

Em entrevista ao Lance, o treinador torce para que a diretoria botafoguense consiga manter algumas das principais peças e também que o time, dentro de sua realidade financeira, traga ‘grandes reforços’ para a disputa da Libertadores.

LEIA MAIS

INTERNAUTAS RECLAMAM DA “NÃO ESCOLHA” DO GOL DE CAMILO COMO MAIS BONITO DO CAMPEONATO BRASILEIRO

PRESIDENTE BOTAFOGUENSE FALA EM TOMAR “MEDIDAS CABÍVEIS” COM OS BRIGÕES SASSÁ E AIRTON

“O grande reforço seria a manutenção da espinha do clube. Sabemos que o mercado é muito difícil, reforços são importantes e usar a base também. Quero grandes reforços, perdemos o Neílton e não temos um jogador de velocidade no ataque e temos que ter esse cara. O Botafogo precisa de grandes contratações e eu quero, mas tem que ser dentro da realidade do clube”, disse Jair

“O trabalho do presidente (Carlos Eduardo Pereira) tem que ser assim. Estávamos ano passado na Série B e agora na Libertadores. Gradativamente, mas temos que focar na realidade do clube. Fui observador técnico, sei como é o mercado, mas temos que ver a realidade. O Botafogo está se reestruturando, está a cada ano mais forte e tenho certeza que conseguiremos grandes contratações, porque o time quer, a torcida quer e eu mais do que nunca quero”, completou.

Jair Ventura confirmou que existem já nomes que o time vem procurando para suprir as lacunas deixadas pelos jogadores que deixaram o Fogão, mas que não prefere revelar quem são esses atletas para evitar que o planejamento seja atrapalhado.

“Essas situações ainda não estão definidas e prefiro falar quando forem definidas. Montillo, Roger, Gatito (Fernández)… prefiro esperar. De repente, estou ajudando um empresário e outro clube entra no meio, por isso prefiro não falar. Estamos trabalhando nos bastidores porque podemos atrapalhar e sabemos que o mercado é assim”, disse.

(Crédito da foto: Reprodução/Sportv)