Arnaldo crítica árbitro de vídeo em pênalti dado no Mundial de Clubes

Pênalti
Foto: Reprodução/SporTV

O Atlético Nacional enfrentou o Kashima Antlers, o Nacional era o favorito para a partida porém os japoneses surpreenderam e venceram a partida por 3 x 0, apesar do resultado inesperado o lance que marcou a partida foi o primeiro pênalti marcado por um árbitro de vídeo.

A equipe do Sportv, que fazia a transmissão da partida destacou a demora para a arbitragem apontar para a marca do pênalti, foram cerca de 2m17s para que a penalidade fosse marcada, a partida ainda estava empatada quando o árbitro, Viktor Kassai, foi avisado que em um lance anterior o jogador do Kashima Antlers foi derrubado na área.

LEIA MAIS:
COMENTARISTA DA FOX POLEMIZA NO TWITTER AO FALAR DO PÊNALTI MARCADO COM AJUDA DE VÍDEO

Arnaldo Cezar Coelho foi duro ao criticar a decisão da arbitragem, “O árbitro de vídeo é uma boa ideia, mas é um brinquedo novo. E a Fifa aproveitou o Natal para dar esse brinquedo novo em um Mundial de Clubes, que gera tanto interesse e tanto dinheiro para os clubes que estão disputando. E esse brinquedo novo entregaram na mão de irresponsáveis. Chamaram um juiz da Fifa, categorizado, de Copa do Mundo e interferiram na arbitragem e no resultado do jogo. É uma irresponsabilidade da Fifa que não pode se repetir. A ideia é boa, bem aplicada na prática é melhor ainda. Mas não dessa forma. A Fifa provocou uma lambança. O gol teve interferência no jogo. Foi uma brincadeira de mau gosto, com colombianos e com os brasileiros que estavam torcendo para o Atlético Nacional”

A dura crítica de Arnaldo foi graças ao início da jogada, o jogador do Kashima estaria em impedimento no momento do lance, o ex-árbitro comentou o lance, “Eu queria chamar a atenção para o lance que originou esse acontecimento. Foi uma falta da esquerda e tem dois jogadores em posição de impedimento. Posição de impedimento não é impedimento, não tem irregularidade. Mas, no momento em que a bola é levantada, ele sai do impedimento e passa a interferir na jogada. Ele passa a ser um jogador irregular. Ele dá um tranco no zagueiro colombiano antes de sofrer a falta.”