WTorre frustra planos de Paulo Nobre em comprar estádio do Palmeiras

Palmeiras
Crédito da foto: Divulgação

No início do mês, o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, revelou que abriria a possibilidade de comprar o Allianz Parque com a ajuda de investidores, mas com uma condição: desde que a WTorre, empresa que construiu o estádio do Verdão e que toma conta em dias de não jogos, aceitasse essa condição. Entretanto a construtora parece não interessada na hipótese de perder o local para o mandatário alviverde.

LEIA TAMBÉM:
Torcedores do Palmeiras ironizam Lucas Lima na web: “Isso é tudo vontade de jogar no Verdão?”
Moisés “entrega” que Cuca vai permanecer no Palmeiras em 2017
Palmeiras acerta com o Esporte Interativo para TV fechada, diz jornal
Dirigente do São Paulo não descarta transferência de Michel Bastos ao Palmeiras
Bastidores: entenda como Palmeiras orquestrou “chapéu” nos rivais por Dudu em 2015

Em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, Rogério Dezembro, CEO da WTorre, crê que “vender 100% da operação do estádio é muito difícil, para não dizer impossível”. Até o momento, o executivo nega que tenha existido, de fato, uma proposta pelo lado do Palmeiras.

De acordo com a reportagem, o interesse principal da WTorre “é encontrar um um fundo de investimento ou empresa do ramo de esportes e entretenimento, para acelerar o amadurecimento do negócio”. Vale lembrar que a construtora tem direito de usar o Allianz Parque até 2044, ou seja, determinou-se na inauguração do estádio, em 2014, que a empresa poderia explorá-lo por 30 anos.

“Para o clube, não seria um bom negócio (comprar o Allianz). Por qual motivo ele iria mobilizar capital para comprar um negócio que ele já tem?”, indaga Dezembro, lembrando que o Palmeiras aumenta sua participação nos lucros da arena de forma progressiva até se tornar dono do local.

SUCESSO DE PÚBLICO

Em dois anos, o Allianz Parque se consolidou como um dos estádios mais modernos e bonitos do Brasil, além de ser uma arena multiúso, com a realização de shows, como as bandas Guns ‘N Roses, Aerosmith, Coldplay e Maroon 5 e espetáculos do rei Roberto Carlos e de até estrelas internacionais como o italiano Andrea Bocelli.

Nas 18 partidas que fez em casa, a imensa maioria no Allianz Parque, o Palmeiras arrecadou quase R$ 38 milhões de renda bruta – o segundo colocado, o Corinthians, tem R$ 28 milhões. Apoiando-se no fator casa, o clube está próximo do título brasileiro, que poderá vir no próximo domingo em caso de vitória ou empate com a Chapecoense.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.