Veja quanto o Flamengo perdeu com vexames na temporada!

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

A temporada 2016 do Flamengo não terminará nada boa ao time. Sem chances de conquistar o título brasileiro, o rubro-negro também se viu longe da premiação de R$ 17 milhões de reais que o vencedor do Brasileirão levará para casa, em um ano de diversas perdas financeiras neste quesito.

LEIA MAIS

PRÊMIO TORCEDORES.COM TERÁ A SUA 2ª EDIÇÃO EM 2016 – E COM NOVIDADES!

Disputando além do Brasileiro, o Carioca, a Primeira Liga, a Copa do Brasil e a Sul-Americana, o time não teve sucesso em nenhuma competição em matéria de títulos. Apesar do Brasileirão ainda salvar o time no quesito financeiro, em outras competições o time ficou longe de encher o cofre. Os dados são do Globoesporte.com

Se somadas todas as premiações de campeão de Copa do Brasil, Sul-Americana, Primeira Liga e do Carioca, o Flamengo perdeu R$ 18,6 milhões. A maior das premiações perdidas foi a da Copa Sul-Americana, cuja eliminação para o Palestino (CHI) custou ficar longe de R$ 6,7 milhões pelo título. E de R$ 1,5 milhão caso passasse para as quartas de final, no total R$ 8,2 milhões de ‘prejuízo’.

Na Copa do Brasil, a eliminação na segunda fase, diante do Fortaleza, o afastou dos R$ 6 milhões que a CBF daria ao vencedor da competição e dos R$ 2 milhões que levaria com o vice-campeonato. Até uma ida para as quartas de final renderia valores quase milionários aos rubro-negros, estimados em R$ 960 mil.

O Campeonato Carioca também teve uma boa premiação que acabou não sendo levada pelo clube. R$ 5,4 milhões não chegaram aos cofres flamenguistas pelo título, muito menos os R$ 1,8 milhão pelo vice e o R$ 1,2 milhão caso vencesse a Taça Guanabara. Como foi semifinalista, só levou para casa R$ 250 mil,

A Primeira Liga foi o campeonato a oferecer menor premiação dentre os citados, rendendo a seu campeão R$ 500 mil, mas sendo derrotado pelo Atlético-PR na semifinal. Se somada a premiação perdida com o fim das chances de ser campeão brasileiro (R$ 17 milhões), os títulos tiraram do Flamengo a chance de amealhar, no máximo, R$ 25,6 milhões.

(Crédito da foto: Gilvan de Souza / Flamengo)