Scarpa no Palmeiras: veja por que a negociação é difícil, mas não impossível

Mercado da Bola
Crédito de imagem: Nelson Perez/Fluminense FC

A reportagem do Torcedores.com confirmou a informação de que o Palmeiras fez recentemente uma sondagem pelo meia Gustavo Scarpa, destaque do Fluminense. Tudo porque a prioridade do clube paulista em 2017 é reforçar o setor de criação, já que Cleiton Xavier não vem agradando – vale lembrar que Moisés, que é um dos principais jogadores do Verdão na temporada, não é armador de origem, mas volante.

O jogador do Tricolor das Laranjeiras interessa por ser jovem – tem apenas 22 anos -, mesmo perfil dos já acertados Hyoran e Raphael Veiga, e também por ser bom na bola parada, algo hoje raro no futebol brasileiro. Scarpa tem contrato com o Fluminense até dezembro de 2019 e o clube carioca pede R$ 40 milhões para negociar o jogador.

LEIA MAIS:
WTorre frustra planos de Paulo Nobre em comprar estádio do Palmeiras
Palmeiras acerta com o Esporte Interativo para TV fechada, diz jornal
Dirigente do São Paulo não descarta transferência de Michel Bastos ao Palmeiras

Apesar de o valor ser considerado alto para os padrões do futebol brasileiro, não é algo totalmente fora da realidade para o Palmeiras, que tem na parceira Crefisa uma boa “carta na manga”. Não custa lembrar que, em 2015, desembolsou os mesmos R$ 40 milhões para trazer Lucas Barrios ao clube, isso sem falar nos salários e luvas do jogador que chegam a quase R$ 1 milhão ao mês.

POR QUE É POSSÍVEL?

No começo do mês, foi noticiado que a Crefisa tinha pretensão de ajudar o clube alviverde com mais reforços de peso também em 2017, temporada em que o Palmeiras entrará mais forte na disputa da Libertadores. A competição sul-americana, agora, não será mais realizada até o meio do ano, mas até novembro, o que faz com que o planejamento do elenco seja mais criterioso.

Se confirmar o título brasileiro neste domingo, certamente o Palmeiras será o alvo da Europa e China, assim como foi com o Corinthians no começo do ano, e por isso clube e patrocinadora precisarão agir para evitar perder atletas ou mesmo repor com a mesma qualidade.

No Palmeiras, Scarpa certamente chegará para ser titular, assim como acontece no Fluminense, é verdade, porém para jogar a Libertadores, torneio que o clube carioca não irá disputar em 2017. No começo da temporada, o Tricolor acertou a venda do lateral Jean para o Verdão para enxugar a folha salarial após a saída da Unimed.

Jean pode ser um novo trunfo do Palmeiras para convencer Scarpa a trocar o Rio por São Paulo. Como o Fluminense tem 45% dos direitos econômicos do meia, ficaria com R$ 18 milhões na venda do jogador.

Pois bem, força o Palmeiras tem em campo. Nos bastidores também, com o diretor de futebol Alexandre Mattos, que pode muito bem convencer os cariocas a negociarem por um valor menos “salgado” (em 2015, o meia Gerson se transferiu para a Roma por 16 milhões de euros, o que dá aproximadamente R$ 43 milhões).

Já Jean pode fazer, literalmente, o meio de campo. E a Crefisa, pode dar aquela “forcinha” econômica. Não parece tão impossível assim, torcedor palmeirense. Talvez o camisa 10 esteja mais perto do que nunca da Academia de Futebol.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.