São Paulo empresta pivô da renúncia do ex-presidente Aidar para o São Bernardo

Crédito da foto: Divulgação/CBF

Pivô da crise política que culminou na renúncia do ex-presidente Carlos Miguel Aidar, Iago Maidana foi emprestado pelo São Paulo ao São Bernardo. De acordo com o UOL Esporte e Globoesporte.com, o zagueiro será emprestado até o fim do Paulistão de 2017 para ganhar rodagem para ser promovido ao elenco principal.

LEIA MAIS:
CONHEÇA OS FINALISTAS DO PRÊMIO TORCEDORES.COM DE MÍDIA ESPORTIVA 2016
PRÊMIO TORCEDORES.COM TERÁ A SUA 2ª EDIÇÃO EM 2016 – E COM NOVIDADES!
DENIS ACERTA DEZ PÊNALTIS SEGUIDOS EM TREINO DO SÃO PAULO; ASSISTA

A equipe do ABC aguarda a finalização da documentação para assim apresentar o novo reforço para o regional da próxima temporada. Fora dos planos de Ricardo Gomes, o defensor estava encostado na equipe sub-20 do Tricolor.

— Já está tudo certo, falta apenas o São Paulo devolver o contrato assinado. Ele começará a treinar conosco em dezembro e jogará até o fim do Campeonato Paulista – afirmou o presidente do São Bernardo, Thiago Ferreira, ao Globoesporte.com.

ENTENDA A POLÊMICA

Em setembro de 2015, o zagueiro foi adquirido por um grupo de empresários por R$ 800 mil e inscrito no Monte Cristo, time da terceira divisão goiana. Porém, cerca de dois dias depois se transferiu para o São Paulo numa negociação de R$ 2 milhões por 60% de seus direitos econômicos. A história ganho repercussão devido a nova determinação da Fifa proíbe que terceiras partes se envolvam em negociações.

Pela polêmica contratação do zagueiro Iago Maidana, o São Paulo recebeu do Superior Tribunal de Justiça Desportiva uma multa de R$ 100 mil, mesma pena imposta a Criciúma e Monte Cristo, em julgamento encerrado o caso no mês de outubro de 2015. Para o atleta, a multa foi de R$ 10 mil.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.