Rogério Ceni é a melhor opção para comandar o São Paulo

Crédito da foto: Facebook/Página Oficial

Ontem (23), por volta da uma hora da tarde, o diretor de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, anunciou a demissão do então treinador do São Paulo, Ricardo Gomes. Logo após o anúncio, a imprensa já começou a veicular que Rogério Ceni era o nome mais cotado e que poderia ser anunciado a qualquer momento. Os jornalistas de diversos veículos de imprensa começaram a comentar e dar os prós e contras sobre o futuro treinador do São Paulo e principalmente por se tratar do maior ídolo da história do clube.

A demissão de Ricardo Gomes era esperada, pois, já era sabido, que ele não fazia parte do planejamento do ano que vem. Porém o que pegou a todos de surpresa, foi o fato da demissão de Ricardo acontecer antes mesmo do fim do campeonato brasileiro, faltando ainda duas rodadas para o final do temporada. Ao tomar conhecimento das opiniões de muitos jornalistas e analisar os prós e contras, digo que Rogério Ceni é o único nome capaz de dar dias melhores aos são-paulinos.

Todos sabem que Ceni é uma entidade dentro do São Paulo, além de maior jogador e ídolo do clube, ele é uma pessoa diferenciada, com personalidade forte, sede de vitórias, líder e muito inteligente. A relação do torcedor são-paulino com seu maior ídolo é diferente e incomparável com a de qualquer outro jogador, nem Pelé no Santos e nem Zico no Flamengo são unanimidades tão grandes quanto Rogério no São Paulo. Como treinador, o M1TO tricolor sabe muito bem que pode ser vaiado e chamado de burro, por isso foi se preparar. Pela personalidade forte que tem e sua inteligência, é incapaz dele se candidatar ao cargo de treinador se ele não se sentir extremamente preparado e souber que não terá um time qualificado o suficiente para ser campeão.

Existem ainda, outros fatores que credenciam Rogério a ser o novo treinador do São Paulo, a torcida seria mais no estádio, e principalmente, Rogério conhece o São Paulo como ninguém, até outro dia ele estava lá como goleiro e capitão, ele conhece a maioria dos jogadores e sabe do que cada um ali dentro é capaz. O São Paulo tem bons jogadores na base, tem bons jogadores em seu elenco, é preciso cortar as laranjas podres, contratar jogadores que tenham vontade de vestir a camisa do São Paulo e também ter gana de vencer. Além disso, Rogério tem um álibi importante ao seu lado, Marco Aurélio Cunha, é amigo pessoal do ex-goleiro e se adoram. Lugano foi um dos maiores amigos de Rogério no futebol, está no elenco e pode ajudar muito, a molecada da base chegaria ao profissional e veria como treinador o maior ídolo da história do clube os treinando e isso os motivaria muito.

Muitas pessoas dizem que Rogério deveria começar debaixo, indo para a base e depois subindo ao profissional, porém compartilho da opinião do jornalista Luis Menon do UOL esporte, a base não é para aprender, é para ensinar, e tirar o André Jardine da base, treinador competente e preparado, para colocar o inexperiente Rogério, para “aprender” a ser treinador, não é uma boa ideia. Ele tem mesmo que ir para o profissional e dar um ânimo novo como treinador e um choque de realidade no grupo de jogadores. Mas o importante é que Rogério é o nome certo para dirigir o São Paulo.



Sou um estudante de jornalismo da Universidade São Judas Tadeu,amo futebol porém adoro todos os esportes,adoro escrever sobre o mercado da bola e fazer análise de jogos,espero que os leitores gostem.