Relembre o título brasileiro do Palmeiras em 1994

palmeiras 1994
Divulgação/ Site Palmeiras

O Palmeiras está muito próximo de se sagrar campeão brasileiro de 2016. No domingo, para garantir a primeira posição na tabela, a equipe do técnico Cuca precisa apenas empatar com a Chapecoense, no Allianz Parque e, além disso, até mesmo uma derrota pode assegurar a conquista. Para isso, o Santos não pode vencer o Flamengo, no Maracanã.

Nas vésperas da data que o Verdão pode conquistar o seu eneacampeonato brasileiro (nove vezes), o Torcedores.com relembra como foi a última conquista do Brasileirão da equipe alviverde, no ano de 1994.

LEIA MAIS:

MINA SEGUE COMO DÚVIDA E CUCA REVELA SER ‘DIFÍCIL’ CONTAR COM O ZAGUEIRO CONTRA A CHAPECOENSE

MERCADO DA BOLA: CONFIRA UM RESUMO DAS NEGOCIAÇÕES DO PALMEIRAS PARA 2017

Com um regulamento ‘para lá’ de confuso, o Palmeiras se sagrou campeão batendo o Corinthians na grande decisão, sendo que, antes disso, passou por 2 fases de grupos e um mata-mata.

Primeira fase

O Palestra ficou no Grupo D e, após 10 rodadas (cada grupo continha 6 participantes), se classificou na primeira posição com 19 pontos (9 vitórias e 1 empate) e garantiu um ponto de bonificação na fase seguinte.

Os adversários do Verdão na primeira fase foram Fluminense, Internacional, Náutico, União São João e Paraná, sendo que o único que conseguiu arrancar pontos de um duelo contra o alviverde foi o Flu – empate em 1×1 no Rio de Janeiro.

Segunda fase

Nesta altura da competição, o regulamento passou por sua fase mais ‘complicada’ de entender, pois o que influenciava na classificação eram os posicionamentos do times após cada turno, uma vez que os 16 melhores times até o momento foram divididos em dois grupos

No primeiro turno, realizado dentro de cada grupo, o Palmeiras ficou na primeira posição com 11 pontos – 7 jogos, 4 vitórias, 2 empates e uma derrota – e, desta maneira, garantiu sua classificação para a fase final, indiferente do rendimento da equipe no restante da fase.

Sem muito o que almejar no segundo turno, o Verdão enfrentou os adversários do outro grupo e ficou na sétima posição – 8 jogos, 2 vitórias, 2 empates e 4 derrotas.

Os adversários do Palmeiras foram Botafogo, Santos, São Paulo, Bahia, Paraná, Flamengo, e Sport (do seu próprio grupo) e Guarani, Portuguesa, Fluminense, Vasco, Grêmio, Internacional, Paysandu, e Corinthians (do outro grupo).

Mata-Mata

Nas quartas-de-final, o Palmeiras enfrentou o Bahia e despachou seu adversário após duas vitórias pelo mesmo placar.

Jogo de ida: Bahia 1×2 Palmeiras

Jogo de volta: Palmeiras 2×1 Bahia

Na semifinal, o Verdão também se classificou após vencer duas vezes seu adversário, o Guarani.

Jogo de ida: Palmeiras 3×1 Guarani

Jogo de volta: Guarani 1×2 Palmeiras

Na decisão, o alviverde encontrou pela frente o Corinthians e passou por cima do rival paulista para conquistar seu oitavo título nacional.

Jogo da ida: Corinthians 1×3 Palmeiras

Jogo de volta: Palmeiras 1×1 Coritnthians

Jogadores que estiveram em campo nos jogos da final: Velloso, Cláudio, Antônio Carlos, Cléber, Wagner, Tonhão, Roberto Carlos; César Sampaio, Flávio Conceição, Amaral, Zinho, Rivaldo, Edmundo e Evair. O técnico da equipe era Vanderlei Luxemburgo

Campanha no total:
Jogos: 31 (20 vitórias, 6 empates e 5 derrotas)
Gols marcados: 58
Gols sofridos: 30

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação