Presidente do Flamengo revela já ter sido ameaçado por renovação de jogador; confira

Flamengo
Eduardo Bandeira de Mello - Foto: Getty Images

Além da perda das chances de título brasileiro, um assunto que está irritando grande parte da torcida do Flamengo é a possível renovação de contrato do volante Márcio Araújo. O presidente Eduardo Bandeira de Mello voltou a defender o atleta, lembrou que o camisa 8 tem números superiores a outros nomes mais célebres no futebol nacional e acena para prorrogar o vínculo com o meio-campista em mais dois anos.

Em entrevista ao UOL Esportes, o presidente rubro-negro admitiu que conversou com Márcio Araújo essa semana no Ninho do Urubu e passou confiança ao jogador, que vem sendo bastante criticado nos últimos jogos. Na reportagem, Bandeira também revelou já ter sido ameaçado por torcedores em apostas em jogadores que estão longe da unanimidade.

LEIA TAMBÉM:
Zé Ricardo divulga relacionados do Flamengo para enfrentar o Santos; veja lista
Empresário confirma saída de Alan Patrick do Flamengo após Campeonato Brasileiro

Pensou no próprio Márcio Araújo? Errou. O presidente revelou que o episódio aconteceu em 2015 quando renovou o contrato do lateral-direito Pará, que chegou a ser pivô de polêmica no final da temporada junto com Alan Patrick, Éverton, Marcelo Cirino e Paulinho em episódio intitulado “Bonde de Stella”, quando o quinteto saiu de um treino para festejar à luz do dia, e durante a semana.

Ele até usou o exemplo de Pará para falar o porquê de renovar com Márcio Araújo. “Acho que seria irresponsável da minha parte tomar uma decisão baseada em movimentações de alguns torcedores. Pode haver boa intenção, mas eles não têm a mesma condição de avaliação que os nossos profissionais. Isso aconteceu com o Pará no ano passado. Recebi até ameaças em casa para dispensá-lo e acho que ele é o melhor lateral-direito do Campeonato Brasileiro”. 

Bandeira acrescentou que a fúria da torcida também quase atrapalhou grandes nomes do clube como o atacante Nunes, peça fundamental no timaço de 1981, campeão do Mundial de Clubes em cima do Liverpool no Japão. Voltando a Márcio Araújo, o elenco parece ter abraçado a causa do volante, como o meia Diego, que o elogiou bastante em entrevista coletiva nessa semana.

Bandeira negou que o volante esteja abalado com parte das críticas da torcida. “Ele não está abalado, pelo menos aparentemente. É um jogador experiente e recebe muito apoio dos companheiros. Tenho a impressão de que o Márcio não se deixará abater. É um jogador de personalidade forte e encontra muito carinho na comissão técnica e nos companheiros. Alguns deles já sofreram esse tipo de perseguição. Tenho a certeza de que isso não é o reflexo da opinião dos 40 milhões de torcedores do Flamengo”, assegura o presidente.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.